Posso pagar o INSS apenas uma vez por ano? Entenda o segurado FACULTATIVO!

Entenda se você pode se encaixar como segurado facultativo e quais são as vantagens na contribuição destes.

Os benefícios oferecidos pelo Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) são muitos e se faz de extrema necessidade garantir o seu plano previdenciário futuro.

As incertezas são muitas e é claro que um dia o cidadão já não terá a mesma disposição de trabalhar como se tinha na juventude. É por isso que a previdência social, sendo de caráter contributivo, se faz tão importante para a sociedade dos dias de hoje.

É ela quem protege de possíveis danos, prejuízos e perdas e mantém os segurados ou dependentes protegidos financeiramente e materialmente por um parte ou pelo resto de suas vidas.

Dessa forma, muitas dúvidas surgem em torno dos segurados facultativos. Quem tem direito? Como contribuir? Uma contribuição anual basta para estes?

Confira as informações sobre o assunto e tire todas as suas dúvidas.

Posso pagar o INSS apenas uma vez por ano? Entenda o segurado FACULTATIVO!
Curiosidades sobre os segurados facultativos do INSS Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Quem são os segurados facultativos?

Encaixa-se nesta opção aqueles que contribuem com o INSS sem possuir nenhuma obrigatoriedade para isso, ou seja, aqueles que não possuem nenhum vínculo empregatício nem são Microempreendedores individuais.

Os segurados facultativos não possuem renda própria e fazem a sua contribuição apenas por opção e segurança futura.

A partir dos 16 anos já é possível encaixar-se dessa forma, sendo estudante ou dona de casa ou qualquer outra opção onde a pessoa não possua nenhum meio de renda.

É de caráter pessoal e optativo e adquirido por muitos brasileiros pelo território do país.

Veja também: NOVO benefício ANTECIPADO liberado pelo INSS: mais de R$ 1 BILHÃO disponível

Apenas 1 contribuição anual basta para garantir os direitos e benefícios do INSS?

Calma aí. A vantagem para estes segurados é bem notória, mas também não chega a tanto.

Se você é dona de casa ou estudante podem contribuir com o INSS de forma facultativa, mas para assegurar os direitos e benefícios do instituto é necessário contribuir, pelo menos, a cada 6 meses. Isso. Esse é o ideal. Ao contribuir pelo menos 2 vezes no ano, você, segurado facultativo, estará protegendo-se através da segurança oferecida por estes serviços do INSS para o caso de alguma necessidade no futuro.

Para você está encaixado nos critérios para ser este tipo de contribuinte, mas ainda não contribui, faça imediatamente a sua inscrição pelo telefone ou pelo site do Meu INSS cujo endereço eletrônico é https://meu.inss.gov.br/#/login. Para a inscrição é necessário estar com o RG e o CPF em mãos, bem como uma declaração de que não encaixa-se na situação de segurado obrigatório.

Muita atenção na hora dos prazos para fazer a sua contribuição. Não perca os prazos! Se o atraso for superior a 6 meses o indivíduo perderá sua qualidade de segurado.

No caso de dúvidas, procure um profissional do direito previdenciário para realizar a sua inscrição e orientá-lo devidamente quanto as informações pertinentes para não haver erros nem confusão.

Esta pode ser a sua chance de ter no seu futuro os seus direitos e segurança garantidos mediante a legislação em vigente do país.

Veja também: INSS divulga prazo máximo para segurados NÃO perderem seus benefícios