O que pode levar ao bloqueio do Auxílio Brasil e como resolver o problema

Governo Federal estabelece critérios para continuar recebendo o benefício

O bloqueio do Auxílio Brasil é algo que pode acontecer com qualquer família que recebe o benefício. Embora a maioria das pessoas não saibam, o Governo Federal estipula algumas regras que podem levar à suspensão dos pagamentos, caso não sejam cumpridas. Isso acontece para estabelecer a ordem e incentivar que as famílias cumpram com obrigações, como vacinar as crianças, por exemplo. Na realidade esse método não é inédito e já existia desde o Bolsa Família. 

Outro ponto que pode levar ao bloqueio do Auxílio Brasil, é a falta de atualização do Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Em matérias anteriores, já abordamos o tema. É essencial manter o Cadastro atualizado. 

Nesta matéria você vai ver quais fatores levam ao bloqueio do Auxílio Brasil e como solucionar o problema. 

o-que-pode-levar--bloqueio-do-Auxílio-Brasil
Algumas famílias podem sofrer com o bloqueio do Auxílio Brasil – Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Requisitos do Auxílio Brasil

Antes de mais nada, é importante dizer quais são os pré-requisitos para que não haja o bloqueio do Auxílio Brasil. O Governo Federal ajuda as famílias com renda mensal de até R$ 105,00 por pessoa. Ou famílias, com renda mensal de até R$ 210,00 por pessoa, em caso de membros gestantes ou com idade de até 21 anos. 

Além disso, alguns fatores podem levar ao bloqueio do Auxílio Brasil. O primeiro deles é o aumento de renda. Na realidade, mesmo que alguém consiga um emprego, a família pode continuar recebendo o Auxílio, por conta da Regra de Emancipação. O bloqueio só acontece quando a renda mensal familiar ultrapassa R$ 525,00 por pessoa. 

O Governo Federal também estabelece alguns critérios para que a família não sofra o bloqueio do Auxílio Brasil. É necessário que crianças de 4 a 5 anos tenham frequência mínima de 60% nas creches. Já para jovens de 6 a 21 anos, a taxa de frequência é de 75%. O Ministério da Cidadania também obriga que a faixa etária tenha o calendário de vacinação completo para continuar recebendo o benefício. Além do mais, crianças de até 7 anos precisam de acompanhamento nutricional. Por fim, as gestantes devem realizar o pré-natal.

O outro fator é a falta de atualização no CadÚnico. É necessário fazer o procedimento a cada dois anos, ou quando houver mudanças nos dados cadastrais, como composição familiar, aumento ou perda de renda, mudança de endereço ou número de telefone, entre outros. Neste ano, mais de 8 milhões de brasileiros precisaram atualizar o Cadastro para não sofrerem com o bloqueio do Auxílio Brasil.

Veja também: Banco digital X Banco tradicional: qual é o melhor lugar para ter conta corrente?

O que fazer se o benefício for bloqueado

Diante disso, caso a família tenha sofrido com o bloqueio do Auxílio Brasil, há necessidade de comparecer a uma unidade do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social). Atualizando os dados no CadÚnico e provando que se enquadra nos critérios, o desbloqueio é feio. Através do site https://cadunico.dataprev.gov.br/#/home, é possível consultar qual o CRAS mais perto da sua região e fazer o pré-cadastro para agendar a atualização. 

Veja também: Novo plano do Spotify deixa usuários FELIZES; o que vai ter de especial?