Afinal, quando o Governo pretende aumentar o novo limite de faturamento do MEI?

Porque o aumento do faturamento do MEI é tão importante para os microempreendedores? Essa é uma medida que afeta não só o pequeno negócio como toda a economia do país.

O teto de faturamento do Microempreendedor Individual (MEI) é um ponto importante para aqueles que buscam regularizar seus empreendimentos no Brasil. Atualmente, a categoria permite um ganho anual de até R$ 81 mil. Mas essa restrição tem sido tema de debates e reflexões, já que muitos aspirantes a empreendedores veem essa cifra como limitante. Portanto, nesse artigo, vamos apresentar os motivos por trás desse limite e seu impacto no cenário empreendedor nacional.

Propostas de aumento do limite do MEI
Propostas de aumento do limite do MEI. Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Propostas de aumento do limite do MEI

O governo federal propõe elevar o teto do MEI para atender aos empreendedores que buscam mais oportunidades e vantagens fiscais. Um projeto recente surge como uma potencial solução para suprir essa demanda crescente.

O Comitê Técnico do MEI, vinculado ao Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, sugere aumentar o limite anual da categoria para R$ 144,9 mil. Esta alteração visa incluir 470 mil empresas, sem afetar as 15,4 milhões já registradas.

Outro ponto previsto é a criação de uma nova alíquota do Simples Nacional para os microempreendedores que faturam de R$ 81 mil a R$ 144,9 mil, além de uma “rampa de transição” para dar mais tempo a quem precisa se adaptar às mudanças tributárias e operacionais resultantes da mudança de MEI para ME.

Além disso, na Câmara dos Deputados, um projeto de lei, em andamento por aproximadamente dois anos, busca elevar o teto de faturamento para R$ 130 mil anuais. O Senado aprovou essa proposta, que também possibilita ao MEI a contratação de até dois funcionários, diferentemente do atual limite de um colaborador.

Mesmo com sugestões do Senado e da Câmara, ainda não há um cronograma definido para a modificação do limite de faturamento do MEI. Contudo, como o primeiro projeto conta com o apoio do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, o governo tem a liberdade de emitir uma Medida Provisória a qualquer momento, conferindo vigência imediata à alteração.

Veja também: Brasileiros cadastrados no MEI recebem importante alerta do Governo!

Vantagens para o aumento do  limite do teto

O MEI desempenha um papel vital na economia, oferecendo oportunidades de negócios a milhões de brasileiros. A discussão sobre o aumento desse limite ganha destaque, impulsionada pelas vantagens significativas que essa medida poderia proporcionar.

Primeiramente, um aumento no limite de faturamento do MEI permitiria uma expansão dos negócios já existentes. Ou seja, sair do MEI acarreta ter que ter outras responsabilidades que o microempreendedor pode não estar preparado para enfrentar. Assim, com um teto mais elevado, haveria espaço para reinvestir os lucros, expandindo operações, consolidando seu negócio e, consequentemente, estimulando o crescimento econômico.

Além disso, um limite maior poderia estimular a formalização de mais empreendimentos informais. Muitos negócios operam na clandestinidade devido às restrições do MEI, mas um limite mais alto poderia encorajar esses empreendedores a regularizar suas atividades. Assim, essa expansão, poderia trazer mais negócios para a economia formal.

Outro aspecto relevante é o potencial aumento na arrecadação de impostos. Ou seja, com mais negócios formalizados e operando dentro das diretrizes do MEI, o governo teria uma receita tributária maior. Assim, com maior receita, o Governo Federal poderia investir em serviços públicos e projetos de infraestrutura.

Portanto, é inegável que um aumento no limite de faturamento do MEI traria benefícios significativos para empreendedores individuais e para a economia como um todo. Essa medida fortaleceria o ambiente empreendedor do país, proporcionando mais oportunidades e contribuindo para o desenvolvimento econômico sustentável.

Veja também: Tem como mudar o nome fantasia do MEI? Descubra