Novo Golpe do Dinheiro Esquecido: Criminosos usam páginas e apps falsos para roubar a população

Recentemente, o Banco Central disponibilizou uma ferramenta para que milhares de brasileiros pudessem saber se possuem ou não quantias esquecidas em contas antigas.  Contudo, isso acabou chamando não somente a atenção das pessoas que podem ter dinheiro a ser recebido, mas também dos criminosos digitais.

Dessa forma, estes criminosos digitais desenvolveram, em tempo recorde, um golpe que utiliza como isca a própria plataforma criada pelo Banco Central.  Por meio de uma mensagem de Whatsapp ou ligação, o fraudador entra em contato e diz que há dinheiro a ser recebido.  Com isso, é solicitado que clique em um aplicativo de mensagens ou em um link recebido por e-mail.

O Head de Cyber Threat Intelligence da empresa de segurança digital Axur, Thiago Bordini, declarou que detectou inúmeros aplicativos falsos e páginas para consultas de valores que foram criados pelos golpistas.

Ele alega que a intenção dos criminosos não é pegar o dinheiro esquecido que pode ser ínfimo, mas sim os dados pessoais para a realização de outros golpes.

Novo Golpe do Dinheiro Esquecido: Criminosos usam páginas e apps falsos para roubar a população
Atenção ao golpe do dinheiro esquecido. Imagem: Agência Brasil

Novo Golpe do Dinheiro Esquecido: Criminosos usam páginas e apps falsos para roubar a população

Caso, você tenha caído no golpe, a orientação é recolher todas as provas e registrar uma queixa na Delegacia de Polícia.

Além disso, é de grande importância coletar todos os prints de whatsapp, histórico de ligações e levar estes elementos até a unidade policial, já que esta prática está configurada como crime de estelionato.

O Banco Central declarou por meio de próprio site e por nota que em momento algum entra em contato com os cidadãos e que qualquer informação que o interessado quiser deverá obter no Sistema de Valores a Receber (SVR), quando o mesmo for novamente disponibilizado por meio da digitação de um login e senha.

Além disso, declarou também que as transferências são realizadas diretamente pelas instituições.

Veja também:  App Banco Central: É possível fazer consulta de dinheiro esquecido através do aplicativo?