- Publicidade -

Novo embarque DIGITAL: entenda como funciona a tecnologia exclusiva no Brasil

Novidade tornará o processo de embarque ainda mais rápido.

0

Desde que os voos entre estados ficaram mais acessíveis, as pessoas passaram a viajar mais de avião. A principal rota rápida efetuada é entre os estados do Rio de Janeiro e de São Paulo. 

- Publicidade -

Contudo, sabemos o quanto o processo de embarque e despacho de bagagens pode ser burocrático e demorado. Pensando em facilitar essas etapas, os aeroportos estão tentando criar tecnologias para agilizar o embarque dos passageiros. 

Novo embarque DIGITAL: entenda como funciona a tecnologia exclusiva no Brasil
Veja como vai funcionar – Imagem: Divulgação

Embarque mais rápidos

O aeroporto de Congonhas em São Paulo e o Santos Dumont no Rio de Janeiro são as primeiras empresas a utilizar o check-in por reconhecimento facial. Dessa maneira, uma das pontes aéreas mais movimentadas de todo o Brasil está se tornando a primeira com embarque 100% biométrico. 

- Publicidade -

Agora, haverá totens de leitura biométrica instalados perto dos 20 portões de embarque nos dois aeroportos, sendo 12 deles em São Paulo e outros 8 no Rio de Janeiro. Dessa forma, a novidade permite que voo domésticos para outras cidades do Brasil possam ser realizados sem a necessidade de nenhum documento físico. 

Saiba mais: Novo recurso que promete revolucionar app de viagem: Conheça o novo Uber Reserve!

Quando começa a funcionar

O processo de utilização do reconhecimento facial para efetuar o check-in nos dois aeroportos está em fase de implantação definida. Isso ocorreu de maneira gradual e simultânea nos dois aeroportos. 

- Publicidade -

Após a realização dos testes operacionais, os equipamentos ficarão disponíveis para as companhias de voos e poderão já começarem a ser utilizados pelos clientes. Porém, só poderão utilizar a novidade as empresas que formalizarem a adesão à modalidade junto ao Serpro. 

Para isso será necessário assinar um termo de confidencialidade e também um aceito de acordo com as regras da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD)

Como vai funcionar?

Utilizando a máquina a pessoa poderá realizar a validação de sua biometria associada ao voo. Isso poderá ser feito no momento do check-in ou ainda após a sua realização. Dessa forma, antes de cada um dos voos, a pessoa deverá aceitar os termos da LGPD. Após fazer isso, já será possível efetuar o sistema de biometria nas próximas vezes que for embarcar. 

- Publicidade -

Na prática, o aparelho será utilizado em dois momentos. O primeiro deles será na hora de entrar na sala de embarque e depois também para a entrada na aeronave. O totem realizará o reconhecimento facial e a leitura biométrica da pessoa efetuando uma consulta diretamente na base de dados do Serpro e em seguida validando o cartão de embarque. 

Vale lembrar que a novidade auxiliará também os tripulantes das naves, uma vez que o reconhecimento será utilizado também para agilizar sua liberação para entrar na nave. 

Veja também: Viagens gratuitas: Grupo de pessoas pode viajar o Brasil todo sem pagar nada por isso, consulte!

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia Mais