Novo CARTÃO do Bolsa Família; quais são as transações possíveis?

Novo cartão do Bolsa Família será um novo item feito pelo próximo governo? Entenda do que ele se trata e veja o que é possível fazer com ele.

Com a troca da gestão do Governo Federal a partir de 2023, é esperado que muitas mudanças aconteçam, especialmente no que diz respeito aos programas sociais governamentais. Isso acontece porque, de acordo com as propostas de campanha do próximo presidente, haverá a substituição do Auxílio Brasil pelo Bolsa Família, programa que vigorou durante quase duas décadas.

Vale ressaltar que o Auxílio Brasil substituiu inicialmente o Bolsa Família no final de 2021, quando a Lei Federal nº 14.284 foi sancionada. Mas uma dúvida que pode ficar na cabeça de muitos beneficiários é sobre o novo cartão do Bolsa Família.

Novo CARTÃO do Bolsa Família; quais são as transações possíveis?
Saiba mais sobre o novo cartão do Bolsa Família / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Cartões do Auxílio Brasil

Antes de mais nada, é importante destacar que, durante o governo de Jair Bolsonaro, algumas famílias beneficiárias receberam o cartão do Auxílio Brasil. Para confeccioná-los foi necessário um gasto de cerca de R$ 93 milhões dos cofres públicos. Eles foram lançados como uma maneira de substituir a marca do Bolsa Família.

No entanto, quando acontecer o retorno do Bolsa Família, em 2023, os cartões do Auxílio Brasil permanecerão válidos para aquelas famílias que possuem ele hoje em dia.

Atualmente, a folha de pagamentos do Auxílio Brasil conta com aproximadamente 21 milhões de beneficiários. Contudo, somente uma parcela composta por 8,5 milhões receberam os cartões.

Veja também: ÚLTIMO DIA de pagamentos do Auxílio Brasil de R$ 712: calendário e o que vai acontecer com o programa

Novo cartão do Bolsa Família

A equipe de transição da área de Desenvolvimento Social planeja fazer a distribuição de um novo cartão do Bolsa Família a partir de 2023. De acordo com as informações divulgadas até o momento, sabe-se que a intenção é fazer com que ele permita os mesmos tipos de transação que o atual cartão do Auxílio Brasil.

Logo, sendo assim, ele permitirá que as famílias beneficiárias possam fazer saques em bancos 24 horas e que também possam utilizá-lo, na função de débito, para fazer compras em mercados e outros comércios.

Por fim, vale a pena comentar que a equipe técnica estima que há cerca de 12 milhões de cartões do Auxílio Brasil que estão em estoque e que acabarão ficando sem uso, por conta da distribuição do novo cartão do Bolsa Família.

Mudança nas regras?

Ainda não se sabe exatamente quais serão todas as regras do Bolsa Família, uma vez que não houve o lançamento de um documento contendo todas elas.

Contudo, membros da equipe de transição divulgaram, de antemão, algumas modificações que terão no Bolsa Família em comparação com o Auxílio Brasil.

Dessa maneira, elas se tratam do retorno de regras antigas, que valeram durante a primeira vigência do programa. Assim, se trata da necessidade de manter o cartão nacional de vacinação em dia e da frequência escolar de 85% de crianças e adolescentes.

Além disso, lactantes deverão fazer acompanhamentos médicos e as gestantes deverão passar pelo pré-natal.

Pagamento de R$ 600

Além das parcelas de R$ 600, o Bolsa Família também está previsto para pagar um adicional de R$ 150 por cada criança de até 6 anos que faz parte da família.

Veja também: 2023 será o ano dos Auxílios? Saiba o que vai acontecer com Vale-Gás, Auxílio Brasil, Caminhoneiro e mais