13º salário será pago MAIS uma vez? Entenda!

Descubra se os brasileiros vão receber o 13° salário mais uma vez; essa pode ser a hora de ter mais dinheiro na conta

O décimo terceiro salário representa a principal fonte de acesso a renda maior no ano. Com isso, os milhões de profissionais do país aguardam ansiosamente pelo benefício anual. Afinal, as compras de final de Natal são o objetivo maior.

Portanto, para saber se o 13° vai chegar de novo a sua conta, basta prosseguir com a leitura. Descubra tudo a respeito!

13º salário será pago MAIS uma vez? Entenda!
Novo repasse do 13° salário! Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

PIS/Pasep como décimo terceiro

Dentre a infinidade de benefícios trabalhistas que possuem os celetistas, o PIS/Pasep é um deles. Assim, além do 13° mais comum, alguns brasileiros podem ter acesso exclusivo a esse pagamento.

Nesse caso, o PIS/Pasep atua como um décimo terceiro em certas ocasiões. Afinal, seu pagamento máximo atinge um salário mínimo.

Dessa forma, quem atua por, no mínimo, 30 dias durante o ano-base, tem direito a um valor exclusivo de R$ 110. Logo, de forma consecutiva, quem atuar por 12 meses de carteira assinada terá acesso ao teto de um piso nacional.

Atualmente, o piso salarial está em R$ 1.320, mas Lula já estuda a nova proposta para o ano que vem. Estima-se que o valor chegue a R$ 1.421, um aumento de cerca de R$ 100.

Nesse caso, o aumento do salário mínimo anualmente impacta diretamente os trabalhadores de carteira assinada. Isso porque os benefícios trabalhistas tomam como base o salário do ano.

Ou seja, em 2023, os profissionais receberam até R$ 1.320 do PIS/Pasep, caso tenham trabalhado por 1 ano durante 2021. O ano-base foi esse porque o benefício está atrasado por conta da pandemia.

Dessa forma, quem recebe um salário mínimo por mês e tem direito ao PIS/Pasep, pode garantir um verdadeiro décimo terceiro, além daquele pago no fim do ano.

A saber, é necessário que o profissional receba até 2 salários mínimos para fazer parte do programa em questão. No caso do PIS, o dinheiro vai para os trabalhadores do setor privado. Já os servidores públicos têm acesso ao Pasep.

Veja também: 13º salário: primeira parcela está perto de VENCER, saiba mais

13° na conta mais uma vez

De modo que o PIS/Pasep pode ser mais um décimo terceiro de quem recebe 1 salário mínimo no trabalho, o abono natalino tradicional também está chegando em novembro e dezembro.

Entretanto, o comunicado em questão trata de informar que o INSS antecipou o pagamento do 13° a aposentados e pensionistas da autarquia. A transferência dos valores ocorreu em maio e junho.

Apesar disso, algumas informações falsas andaram circulando pela internet, alimentando a expectativa dos segurados que aguardavam por um novo repasse.

Dessa forma, foi preciso que o INSS se manifestasse e comunicasse que se trata de uma inverdade, já que o abono foi antecipado para as datas que mencionamos acima.

Sendo assim, a antecipação do décimo terceiro pode ser esperada para o ano que vem, já que ocorreu pela quarta vez seguida em 2023.

Em suma, essa medida minimiza os impactos econômicos da pandemia e ainda estimula a economia brasileira, aumentando as arrecadações estaduais e federal.

Desse modo, Lula tomou a decisão de antecipar o abono esse ano para que os beneficiários do INSS pudessem ter mais vantagens financeiras. Logo, não há previsão de novos pagamentos além destes.

Por fim, quem faz parte da lista de beneficiários do Instituto precisa saber que só podem ter acesso ao dinheiro extra aqueles que contribuíram com a autarquia. Isto é, quem recebe o BPC não tem direito ao 13° pelo fato de receber um auxílio social sem necessidade de contribuições previdenciárias.

Saiba mais: Afinal, o INSS permite que um segurado receba DUAS aposentadorias? Veja se é possível acumular benefícios!