Novíssimo auxílio pega todos os brasileiros de SURPRESA: saiba quem poderá ser beneficiado

Ao receber apoio de outros candidatos da corrida eleitoral, Lula prometeu acatar algumas propostas em seu governo. Entenda!

Atualmente, o grupo de transição do governo Lula (PT) que trata sobre a área da educação está estudando a possibilidade de implementar um novo projeto de transferência de renda no ano que vem. Trata-se de um auxílio proposto por uma outra candidata ainda na época das eleições.

Quer saber mais sobre o projeto, a quem ele deve ser redirecionado e como deve funcionar? Então continue nos acompanhando logo abaixo para não perder nenhuma informação importante sobre o assunto!

Com a vitória de Lula, um novo auxílio deve surgir em breve. Confira mais informações sobre o benefício!
Com a vitória de Lula, um novo auxílio deve surgir em breve. Confira mais informações sobre o benefício! / Foto: Antonio Cruz – Agência Brasil / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Novo auxílio no ano que vem

Na época das eleições, durante o primeiro turno, havia outros candidatos além de Lula e Bolsonaro (PL), que foram para o segundo turno. Uma delas era a senadora Simone Tebet (MDB), que resolveu apoiar a candidatura do petista caso ele aceitasse implementar alguns de seus projetos de campanha.

Como Lula concordou, Tebet passou a apoiá-lo. Um desses projetos, aliás, recebeu muito destaque na época da proposta: trata-se de uma bolsa de R$ 5 mil para jovens que concluírem o ensino médio. Até o momento, o projeto ainda está sendo discutido, mas o objetivo principal da iniciativa é impedir que os alunos desistam de concluir os estudos com uma ajuda de custos, visto que muitos deles param de estudar para trabalhar.

Apesar disso, é importante entender que a implementação do projeto poderia custar muito aos cofres públicos. Nesse momento, a ideia da equipe de transição é fazer com que o projeto se mantenha apoiado em gastos da União e dos estados, visto que a maioria das matrículas é realizada pelos governos estaduais.

De acordo com Lula, será necessário incluir cerca de R$ 12 bilhões aos gastos com a área da educação ao Orçamento no ano que vem, indicando que parte desse dinheiro pode ser empregado na proposta de Tebet. Apesar disso, o foco atual é no Bolsa Família e outros programas assistenciais.

Veja também: AUXÍLIO BRASIL vai ACABAR? Saiba o que vai acontecer a partir de JANEIRO

Valor vai depender exclusivamente do orçamento disponível

Ademais, vale ressaltar que ainda é cedo para afirmar se o programa realmente será implementado e se, caso aconteça, ele terá os mesmos moldes propostos pela senadora. Para torná-lo viável, a equipe de transição precisa ainda analisar quanto terá de orçamento para custear a bolsa.

No momento, o plano atual é se basear em um projeto do estado do Alagoas, chamado Cartão Escola 10. De acordo com avaliações do governo do estado, o projeto foi responsável por evitar a evasão de mais de 30 mil alunos da região.

Basicamente, ele oferece R$ 500 imediatamente para que os estudantes não larguem os estudos. Ao longo da formação, os alunos ainda recebem R$ 100 por mês, caso tenham até 90% de frequência. Ao concluírem o ano, os jovens então podem receber o valor de R$ 2 mil. No estado, o projeto chegou a custar quase R$ 10 milhões.

Veja também: Auxílio Brasil é LIBERADO para mais um grupo de pessoas; saiba quem poderá SACAR