Novas regras do PIX passam a valer a partir de 2 de janeiro: conheça as mudanças

Banco Central confirmou alterações na última quinta-feira (01) na tentativa de otimizar a experiência

Desde sua criação, o PIX revolucionou o sistema bancário brasileiro e novas regras podem ser a garantia de um avanço ainda maior rumo à modernidade. Pelo menos é o que pretende o Banco Central (BC) ao anunciar tais mudanças que devem entrar em vigor a partir de 02 de janeiro. Mas quais serão essas alterações? Saiba tudo sobre isso em nosso artigo abaixo.

pix novas regras
PIX vai operar com novas regras a partir de janeiro – Imagem: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Novas regras do PIX iniciam em janeiro de 2023

Como informado acima, na última quinta-feira (01), o Banco Central alterou as regras relacionadas aos limites de valores das transações financeiras realizadas via PIX. De acordo com o BC, a ideia é tornar ainda mais simples a operação e otimizar a experiência dos usuários e clientes além de garantir segurança ainda maior.

A saber, tais alterações começam a vigorar a partir do dia 02 de janeiro de 2023. Já para outros ajustes realizados através dos canais digitais, essas mudanças terão início em 03 de julho do próximo ano.

Veja também: Transações via Pix tem regras ALTERADAS pelo Banco Central: saiba o que MUDOU!

PIX terá novos limites

Sem dúvida, muitas pessoas estão ansiosas pelas novas regras do PIX, principalmente porque essa operação se tornou a preferida dos brasileiros tanto para pessoas físicas quanto para jurídicas.

Veja a relação das novidades prometidas para 2023 logo abaixo.

Novos limites

Uma nova regra no PIX estabelece que a partir de 2023, nenhum banco está mais obrigado a estabelecer um limite de valor para as transações realizadas. Porém, ele devem limitar apenas o tempo na garantia de trazer mais segurança aos usuários.

Assim sendo, ideia principal é de que não haja mais limite sobre quanto pode ser transferido em apenas uma transação pois ele será quem decide. Sua única obrigação será informar à instituição bancária o quanto será seus novos períodos para os mesmos sejam reajustados, o que pode levar de 24h a 48h..

Horário noturno

Outro detalhe importante diz respeito ao horário noturno. Atualmente há um entendimento geral de regras especiais para transferências das 20h e 6h, limitados em até R$ 1 mil. No entanto, agora a ideia é que sejam mais eletivas. Em resumo, o cliente mesmo decide sobre isso e os bancos não precisarão mais oferecer opções sobre tais regulamentações especiais nestes horários.

Porém, é pouco provável que algo mude muito neste quesito pois assim como a praticidade do PIX, a segurança é primordial de grande parte das instituições financeiras. Aliás, esse é principal viés dessa limitação.

Pix Saque e Pix Troco

Por fim, temos uma novidade há muito ventilada que seriam os limites para retirada de valores em espécie. Para a opção Pix Saque Pix Troco, serão definidos para esses resgates de dinheiro, um teto de R$ 3 mil durante o dia e de R$ 100 para R$ 1 mil nos períodos noturnos.

Aparentemente, essas novidades podem criar um pouco de resistência no início mas têm tudo para se tornarem ainda mais comum para os usuários.

Veja também: Taxas no Pix já estão VALENDO: confira em quais situações isso pode acontecer

Passei um pix errado, o que posso fazer agora?

Muitas pessoas podem se deparar com algumas situações inusitadas, como acabar passando um pix para o destinatário errado. Primeiramente, é bom deixar claro que não há como reaver o dinheiro sozinho, pois trata-se de uma modalidade de transferência direta.

Para que o cliente que enviou a quantia possa receber o dinheiro de volta, é necessário entrar em contato com a pessoa que recebeu o valor (através de dados do CPF, celular, nome ou e-mail) e solicitar a devolução. Em último caso, a pessoa pode entrar em contato com o banco do destinatário para que o dinheiro retorne.

Vale lembrar que no caso de valores enviados para chaves aleatórias, receber o dinheiro de volta é impossível, visto que a modalidade não dá acesso aos dados pessoais do receptor.