Novas Datas do Sisu 2020: Confira quais são os prazos divulgados pelo MEC!

Equipe de RedaçãoEquipe de Redação
Atualizado Hoje!

Mudanças foram divulgadas pelo Ministério da Educação! Confira tudo sobre o novo cronograma para conseguir uma vaga em uma universidade pública!

Novidades na área! Um dia antes do início do prazo de inscrições para a principal processo seletivo do do país, o Ministério da Educação (MEC) divulgou informações importantes. Os candidatos devem ficar atentos para as novas datas do Sisu 2020!

O Sistema de Seleção Unificada é a principal razão para que milhares de pessoas participem do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) todos os anos. É a partir do Sisu que são ofertadas vagas em instituições de ensino superior público de todo o Brasil. 

A seguir vamos trazer mais informações para quem vai participar do processo seletivo. Confira e fique ligado para mudar o seu percurso como estudante a partir de 2020! Saiba mais informações!

Novas Datas do Sisu 2020

Datas Sisu 2020.1

As datas Sisu 2020.1 sofreram algumas alterações. O atual ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou as novidades um dia antes do começo do prazo para quem quer participar do Sistema de Seleção Unificada. 

A boa notícia é que a data inicial da inscrição Sisu 2020 segue a mesma: os interessados começam a inscrever-se no dia 21 de janeiro. A novidade é que o prazo final irá ser um pouco maior. 

Os candidatos poderão mudar fazer a inscrição ou então mudar os seus cursos até às 23h59 do dia 26 de janeiro de 2020. A previsão inicial era, como em outras edições, de três dias – ou seja, até o dia 24. 

Erro no Enem 2019

Através de uma rede social, o ministro da Educação disse que o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) avaliou todas as notas. Essa foi uma forma de lidar com o erro no Enem que chamou a atenção de muitos candidatos. 

Diversos estudantes deixaram claro que encontraram erros na correção das provas do Enem tanto no primeiro dia como no segundo. De acordo com o Inep, foram identificados um total de 6 mil provas que contaram com algum erro. 

Ainda segundo o ministro, “ninguém será prejudicado”. Os erros na correção dos gabaritos do Enem foram admitidas no sábado (18 de janeiro). A estimativa inicial era de 40 mil candidatos, mas os erros foram menos de acordo com o Inep.

 

Leia Também