Nova QUEDA no preço da gasolina anima motoristas: valor abaixo de R$ 5 vai se manter?

Confira todos os detalhes sobre a mais recente queda dos preços na gasolina e saiba o que especialistas estão dizendo!

Muitos brasileiros começaram o ano preocupados com as possíveis alterações nos valores dos combustíveis. Ainda sem conseguir se recuperar do aumento que aconteceu em 2022, muitos estão optando por outras formas de transporte por conta disso. 

Contudo, foi comemorada a nova queda no preço da gasolina nesta semana. O valor voltou a ficar abaixo de R$ 5 e isso animou quem depende desse valor para trabalhar ou para se locomover diariamente. 

A grande questão é: essa queda vai se manter? Entenda e saiba o que acontecem também com o aumento da gasolina para distribuidores pela Petrobras.

Preços combustíveis
Entenda qual é a situação da redução dos combustíveis e do aumento da gasolina pela Petrobras (Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br)

Preço da gasolina caiu de novo

Antes de mais nada, é importante lembrar que esse tipo de produto é muito dinâmico e mudanças podem acontecer a qualquer momento. É possível pensar em uma estabilidade, mas em curto ou médio prazo e dependendo de vários fatores – como a própria Guerra. 

Dito isso, no início desta semana o preço médio do litro da gasolina caiu pela segunda semana consecutiva. O valor diz respeito ao que é vendido nos postos no Brasil e os dados foram divulgados pela própria Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). 

A queda no preço do combustível ficou definida assim:

  • Na semana de 15 a 21 de janeiro: caiu de R$ 5.04 para R$ 4,98. 

Ou seja, houve um recuo de 1,19% no total. De acordo com as informações ofertadas pela própria ANP, o preço mais caro encontrado nesta semana em questão foi de R$ 6,99 o litro. 

Veja também: Gasolina aditivada vale a pena, mas não direto no posto: entenda a dica do especialista!

Etanol e diesel caíram  de preço 

A saber, outro destaque é que o valor dos combustíveis foi recuado não apenas para a gasolina. 

O etanol caiu de R$ 3,49 para R$ 3,85%. Isso quer dizer, matematicamente, uma redução de 2,28%. Segundo matéria do g1, o preço mais caro encontrado nesta última semana pela ANP foi de R$ 6,57. 

Outro destaque: os 0,62% na diminuição do preço do diesel neste mesmo período específico. O valor saiu de R$ 6,36 para R$ 6,32 sendo que o preço mais caro encontrado no país foi de R$ 7,99. 

Petrobras aumenta preço da gasolina para distribuidoras

Por fim, a grande questão é: essa redução de preço vai continuar realmente? Uma notícia desta terça-feira (24) talvez atrapalhe um pouco essa queda contínua. 

A Petrobras aumento o preço da gasolina para as distribuidoras. O novo valor vai começar a valer no dia 25 de janeiro, quarta-feira. A boa notícia por enquanto é que os demais combustíveis não contaram com preços alterados. 

O aumento da gasolina pela Petrobras para distribuidoras ficou definido de R$ 3,08 para R$ 3,31. Ou seja, é um valor considerável, de R$ 0,23 por litro, que significa um acréscimo de 7,46%. 

Mas isso quer dizer que a gasolina vai aumentar para o consumidor final? Não necessariamente. 

A saber, os postos possuem autonomia para estabelecer os preços cobrados. Ou seja, a mudança do preço cobrado pela Petrobras pode demorar a chegar nas bombas, se chegar. 

Veja também: Isenção da gasolina deve acabar EM BREVE: preço vai aumentar?