Notícia NADA boa para aposentados com CPFs final 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8 e 9; você precisa saber!

Governo inicia revisão minuciosa dos benefícios do INSS para assegurar regularidade dos pagamentos. Aposentados e beneficiários enfrentarão verificações de elegibilidade.

A revisão dos benefícios do INSS é uma iniciativa governamental que promete trazer mudanças significativas para a vida de milhares de aposentados. 

Esse “pente-fino” tem como objetivo verificar a regularidade e a conformidade dos benefícios como o auxílio por incapacidade temporária, o Benefício de Prestação Continuada (BPC), e o seguro defeso. 

Com a implementação dessa revisão, busca-se assegurar que apenas os beneficiários que realmente atendem aos critérios necessários continuem a receber esses auxílios.

Notícia NADA boa para aposentados c
Governo tem péssima notícias para aposentados – Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Revisão dos benefícios do INSS: como isso afeta aposentados e outros beneficiários

Em uma recente iniciativa que afetará milhões de aposentados e beneficiários do INSS, o governo anunciou um processo minucioso de revisão dos benefícios assistenciais, incluindo auxílio por incapacidade temporária e o Benefício de Prestação Continuada (BPC). 

Essa operação, conhecida como “pente-fino”, visa garantir a regularidade e a adequação dos pagamentos, e é crucial para quem depende desses benefícios para seu sustento.

De forma geral, nesse pente-fino, os aposentados não são tão afetados. Os que estão na mira do INSS são os beneficiários do BPC e auxílio-doença. 

O impacto do pente-fino

A revisão abrangerá benefícios específicos, como o BPC, o auxílio por incapacidade temporária (anteriormente conhecido como auxílio-doença), e o seguro defeso para pescadores artesanais. 

O foco é assegurar que os beneficiários ainda atendam aos critérios estabelecidos para cada benefício. Por exemplo, no caso do BPC, será verificado se os beneficiários continuam atendendo aos critérios de deficiência e de renda familiar per capita de até ¼ do salário mínimo.

O processo de revisão

Os beneficiários do auxílio por incapacidade temporária serão convocados para uma perícia médica, onde suas condições de saúde serão avaliadas. 

Para o seguro defeso, a revisão utilizará bancos de dados estaduais e municipais para verificar a autenticidade das documentações apresentadas, garantindo que apenas os pescadores que realmente atendem aos critérios recebam o benefício.

Direitos dos beneficiários

Antes de qualquer suspensão de benefício, os afetados terão a oportunidade de defender sua situação administrativamente. 

É essencial que todos convocados para revisão compareçam à agência do INSS indicada para seguir o procedimento adequado. Esse é um momento crucial para garantir a continuidade do recebimento dos benefícios.

Veja também: Teve o pagamento do INSS SUSPENSO? Saiba como recuperar seus benefícios em poucos passos

Confira o calendário do INSS em março

Tanto os aposentados, quanto outros beneficiários irão receber o pagamento de acordo com o último dígito do número de inscrição. Confira. 

Até 1 salário mínimo.

  • Beneficiários com o final 1 vão receber no dia 22 de março;
  • Beneficiários com o final 2 vão receber no dia 25 de março;
  • Beneficiários com o final 3 vão receber no dia 26 de março;
  • Beneficiários com o final 4 vão receber no dia 27 de março;
  • Beneficiários com o final 5 vão receber no dia 28 de março;
  • Beneficiários com o final 6 vão receber no dia 1 de abril;
  • Beneficiários com o final 7 vão receber no dia 2 de abril;
  • Beneficiários com o final 8 vão receber no dia 3 de abril;
  • Beneficiários com o final 9 vão receber no dia 4 de abril;
  • Beneficiários com o final 0 vão receber no dia 5 de abril.

Acima de 1 salário mínimo.

  • Beneficiários com os finais 1 e 6 vão receber no dia 1 de abril;
  • Beneficiários com os finais 2 e 7 vão receber no dia 2 de abril;
  • Beneficiários com os finais 3 e 8 vão receber no dia 3 de abril;
  • Beneficiários com os finais 4 e 9 vão receber no dia 4 de abril;
  • Beneficiários com os finais 5 e 0 vão receber no dia 5 de abril.

Veja também: Decisão do governo tira idosos da mira do INSS: entenda!