Notícia INCRÍVEL para quem é inscrito no CadÚnico abril será SURPREENDENTE

O CadÚnico introduz programas significativos em abril de 2024, oferecendo chips de internet e apoio financeiro para estudantes de baixa renda, visando a inclusão digital e educacional.

Em abril de 2024, os inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) são contemplados com novidades animadoras. 

Com a introdução de programas inovadores, o governo reforça seu compromisso com a inclusão social e a educação, visando reduzir a desigualdade e fomentar o desenvolvimento pessoal e profissional dos jovens brasileiros.

Notícia INCRÍVEL para quem é inscrito no CadÚnico abril será SURPREENDENTE
Inscritos no CadÚnico recebem excelente notícia – Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Inscritos no CadÚnico Recebem novos benefícios em abril: uma oportunidade de transformação digital e educacional

O CadÚnico serve como a porta de entrada para uma série de benefícios sociais destinados a famílias de baixa renda no Brasil. 

Em abril de 2024, esses inscritos receberão novidades promissoras que podem fazer uma diferença significativa em suas vidas.

A atualização contínua dos dados é essencial para garantir o acesso a esses programas, reforçando a importância da manutenção das informações sempre atualizadas.

Novos benefícios do CadÚnico

O governo apresentou dois programas inovadores destinados a beneficiar os inscritos no CadÚnico, destacando o compromisso com a inclusão social e educacional:

  • Programa Internet Brasil: este programa oferece chips de internet móvel com 20GB de dados mensais para estudantes de famílias cadastradas. Além de promover a inclusão digital, facilita o acesso à educação de qualidade, abrindo portas para oportunidades de aprendizado e desenvolvimento.
  • Programa Pé de Meia: destinado a estudantes do ensino médio da rede pública inscritos no CadÚnico, proporciona um apoio financeiro total de R$ 9.200, distribuído ao longo dos três anos de ensino médio. Esse incentivo visa reduzir a evasão escolar e apoiar a continuidade dos estudos.

Veja também: Golpe do CadÚnico pode te fazer PERDER seus benefícios: veja como evitar

Passo-a-passo para se inscrever no Cadastro Único

O CadÚnico é uma ferramenta essencial para quem busca acessar diversos programas e benefícios sociais oferecidos pelo governo federal, estadual e municipal. 

Este sistema permite que famílias de baixa renda se inscrevam em um banco de dados único, facilitando o acesso a programas como o Bolsa Família, Tarifa Social de Energia Elétrica, Benefício de Prestação Continuada (BPC), entre outros.

Como se inscrever

O processo de inscrição no CadÚnico é simples e pode ser realizado por qualquer membro da família, preferencialmente aquele que seja responsável pelo sustento do lar. 

Para se inscrever, é necessário seguir os seguintes passos:

  1. Localize um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS): o primeiro passo é encontrar o CRAS mais próximo de sua residência. Esses centros estão presentes em diversos municípios e são responsáveis por realizar o cadastramento das famílias no CadÚnico.
  2. Agende um atendimento: após localizar o CRAS, é necessário agendar um atendimento para realizar o cadastro. Geralmente, o agendamento pode ser feito por telefone ou presencialmente no próprio CRAS.
  3. Documentação necessária: no dia do atendimento, é importante levar alguns documentos que serão solicitados, tais como RG, CPF, comprovante de residência, carteira de trabalho (se houver), certidão de nascimento ou casamento, e documentos que comprovem a renda familiar, como contracheques ou declaração de renda autônoma.
  4. Preenchimento do formulário: durante o atendimento no CRAS, um funcionário irá auxiliar no preenchimento do formulário do CadÚnico. É importante fornecer todas as informações de forma correta e completa, pois elas serão utilizadas para verificar o enquadramento nos programas sociais.
  5. Atualização dos dados: após a inscrição no CadÚnico, é fundamental manter os dados atualizados. Qualquer mudança na situação da família, como alteração na renda ou na composição familiar, deve ser informada ao CRAS para que o cadastro seja atualizado.

Veja também: Bolsa Família vai ter 13º e 14º salários? Veja COMO receber os pagamentos extra do programa