URGENTE: Netflix é notificada pelo Procon; cobrança pelo compartilhamento de senhas vai continuar?

Saiba qual é o valor cobrado pelo compartilhamento de senha na plataforma de streaming e confira o que diz a notificação enviada pelo Procon.

Nos últimos dia a Netflix começou a enviar e-mails para os assinantes brasileiros informando sobre a cobrança extra que será adotada para o compartilhamento de senhas. A medida repercutiu de forma negativa, com os usuários reclamando de ter que pagar a mais por algo que sempre foi gratuito no streaming, só que agora a Netflix foi notificada pelo Procon.

Diante da notificação do órgão de defesa e proteção ao consumidor, existe a esperança entre os usuários do serviço de streaming de que a Netflix seja obrigada a desistir de cobrar pela divisão das contas. No comunicado do Procon foram explicados os motivos da notificação, tendo em vista que o órgão recebeu diversas reclamações dos consumidores.

Se você utiliza a plataforma e não está entendendo tudo que tem acontecido nos últimos dias, vamos explicar detalhadamente as regras sobre as senhas compartilhadas, o valor que a Netflix está cobrando por cada assinante extra, o motivo da gigante de streaming ter alterado sua política, assim como a notificação enviada pelo Procon.

URGENTE: Netflix é notificada pelo Procon; cobrança pelo compartilhamento de senhas vai continuar?
O órgão de defesa dos consumidores está tentando entender se o serviço de streaming cometeu alguma infração. Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Por que a Netflix foi notificada pelo Procon?

O Procon do Estado de São Paulo foi o responsável por notificar a Netflix pela cobrança de um adicional por mês para cada usuário a mais que utilizar a conta fora do grupo de pessoas da mesma residência. O órgão explicou que a notificação foi enviada após receber diversas reclamações dos usuários da plataforma.

O Procon-SP busca, com o comunicado, entender o que a Netflix está anunciado para os seus assinantes; avaliar se está sendo adotado um novo critério de cobrança e de que forma vai funcionar o sistema de acesso para os assinantes extras; e demais detalhes que estejam relacionados com o caso, de forma a compreender se houve infração ao Código de Defesa do Consumidor.

Veja também: NETFLIX tem SUPER ESTRÉIA! FILME já é o MAIS VISTO no mundo todo

Como funciona a cobrança extra pelo compartilhamento de senha?

De acordo com o e-mail enviado pela Netflix para os seus assinantes, o titular da conta deve redobrar os cuidados com quem acessa a plataforma utilizando a sua senha. Isso porque só é permitido que as pessoas que morem na mesma casa utilizem a conta, seja dentro da residência, na rua, durante viagens ou em qualquer outro lugar.

Para quem desejar compartilhar a sua conta com uma pessoa que não more na mesma residência, terá que adquirir um ponto extra que custa R$ 12,90 por cada usuário adicional. A cobrança é mensal e adicionada ao valor da assinatura de cada mês. O ponto extra permite que o usuário tenha seu próprio perfil, com conta e senha, e possa assistir aos conteúdos da plataforma normalmente.

No entanto, o ponto extra só permite assistir em um aparelho por vez, não é possível criar novos perfis e a conta tem que ser do mesmo país do titular assinante. Até então só é possível optar pela assinatura extra no Brasil se a pessoa for assinante dos planos padrão ou premium, só é permitido dois assinantes extras por cada conta. O plano padrão custa R$ 39,90 e o plano premium é no valor de R$ 55,90.

Veja também: Netflix tem nova cobrança prevista para os usuários brasileiros: saiba como funcionará