Após 3 meses: O que acontece se eu não sacar o benefício no Caixa Tem?

Atualizado Hoje!

Saiba como manter o seu dinheiro do Auxílio Emergencial e de outros benefícios no Caixa Tem!

A conta poupança social digital da Caixa Econômica Federal veio para ficar. Um ano depois de sua criação para os pagamentos do Auxílio Emergencial, milhões de brasileiros seguiram movimentando suas contas e usando essa modalidade. 

Mas mesmo com tantas pessoas usando, muitos ainda têm a mesma dúvida: o que acontece se não sacar o dinheiro no Caixa Tem? Entenda como funcionam os pagamentos e o que fazer para não perder o dinheiro. 

Após 3 meses O que acontece se eu não sacar o benefício no Caixa Tem
Após 3 meses, o que acontece se eu não sacar o benefício no Caixa Tem? / Imagem: Divulgação.

O que acontece se eu não sacar o Auxílio Emergencial

Vamos começar falando especificamente do principal pagamento feito através do Caixa Tem. Afinal, o que acontece se eu não sacar o Auxílio Emergencial?

Imediatamente, não acontece nada. O Governo Federal possui um prazo específico para que você mantenha o dinheiro na conta, por isso é importante ficar atento a isso. Quem não sacar dentro de um mês ou dois meses não terá problema nenhum. 

Você pode começar a ter problemas se demorar para sacar o Auxílio Emergencial a partir do prazo de quatro meses. O Ministério da Cidadania pode entender que você não está precisando do benefício e fazer o recolhimento dos valores. 

No pior cenário, o que pode acontecer se você não sacar o Auxílio pelo Caixa Tem é ter o cadastro bloqueado ou então cancelado. Isso acontece quando não há nenhum tipo de movimentação por muito tempo. 

Prazo máximo para sacar o Auxílio Caixa Tem

De acordo com as regras iniciais do programa, o prazo máximo para sacar o Auxílio Emergencial é de 120 dias. Isto é, você tem quatro meses para fazer o saque ou movimentar o dinheiro na conta. 

Quem não fizer nenhuma movimentação no dinheiro dentro desse prazo pode sofrer com isso. Confira o que pode acontecer com quem não sacar dentro do prazo de três meses:

  • Suspensão das próximas parcelas do Auxílio Emergencial; 
  • Cancelamento do Auxílio Emergencial; 
  • Bloqueio dos pagamentos do benefício. 

Sempre lembrando que quem está recebendo os valores sem ter direito pode (e deve) devolver o Auxílio Emergencial

Devolução por motivo de não saque após 90 dias

Muitas pessoas falam sobre a mensagem de devolução por motivo de não saque após 90 dias. Acontece que o próprio site oficial da Caixa Econômica Federal afirma que existe um prazo de 120 dias, no máximo. 

Confira o que diz o site do Auxílio Emergencial Caixa (https://www.caixa.gov.br/auxilio/perguntas-frequentes/Paginas/default.aspx):

Auxílio Emergencial Caixa

Quando preciso devolver o Auxílio Emergencial?

Por fim, é importante saber exatamente quem precisa devolver o Auxílio Emergencial do Caixa Tem. Existem algumas pessoas que NÃO podem receber e, ainda assim, estão com os valores em conta. 

Quem tem que devolver o Auxílio são pessoas nas seguintes condições:

  • Pessoas que possuem emprego formal;
  • Quem está recebendo Seguro Desemprego ou benefícios previdenciários e assistenciais – com exceção do Bolsa Família;
  • Militar da ativa ou reservista; 
  • Funcionário público; 
  • Pessoas que receberam rendimentos acima do teto de R$ 28.559.70 em 2019;
  • Quem está em uma família que tenha renda superior a três salários mínimos, ou seja, acima de R$ 3.135,00; 
  • Quem está em uma família que a renda mensal por pessoa da família seja maior que meio salário mínimo R$ 522,50.

 

Leia Também