Não é só o Bolsa Família; quem mora sozinho tem direito a vários benefícios sociais

Programas de benefícios sociais assistem quem vive sozinho. Assim como no Bolsa Família, o CadÚnico é essencial para acesso.

A vida independente traz desafios únicos, especialmente para aqueles que escolhem morar sozinhos. Na busca por autossuficiência, muitas vezes surge a necessidade de apoio financeiro e acesso a serviços essenciais. 

Reconhecendo essa realidade, existem diversos programas governamentais projetados para suportar indivíduos em situação de vulnerabilidade econômica, proporcionando-lhes as ferramentas necessárias para uma vida mais estável. 

A disponibilidade desses programas pode ser um divisor de águas para quem enfrenta as dificuldades de gerir um lar unipessoal.

Não é só o Bolsa Família quem mora sozinho tem direito a vários benefícios sociais
Brasileiros podem receber diversos benefícios sociais além do Bolsa Família – Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Benefícios sociais para quem mora sozinho vão além do Bolsa Família

Em uma sociedade cada vez mais individualista, morar sozinho tornou-se uma realidade comum para muitos brasileiros. 

Alguns brasileiros, conseguem receber o Bolsa Família, cadastrados como unipessoais. Mas existem outros benefícios para a categoria. 

Vale ressaltar que a independência pode acarretar desafios financeiros significativos, especialmente para aqueles com renda limitada. 

O governo federal oferece uma variedade de benefícios sociais destinados a auxiliar esses indivíduos, garantindo um suporte financeiro e facilitando o acesso a serviços essenciais. 

Este artigo explora os benefícios disponíveis e como os interessados podem acessá-los através do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Acessando os benefícios através do cadúnico

O primeiro passo para acessar os benefícios sociais é estar inscrito no CadÚnico. Este sistema é a porta de entrada para uma série de programas, como o Bolsa Família. Além do mais,  inclui isenções e descontos importantes. 

Para se inscrever, é necessário visitar um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) com documentos pessoais, comprovante de residência e renda. Uma vez no sistema, os beneficiários podem se qualificar para diversos programas.

Isenção de taxa em concursos públicos

Uma das vantagens oferecidas é a isenção da taxa de inscrição em concursos públicos para candidatos com renda familiar per capita inferior a meio salário mínimo. 

Essa isenção representa uma excelente oportunidade para aqueles que buscam estabilidade empregatícia através de empregos públicos.

Desconto na tarifa de energia elétrica

Outro benefício significativo é a Tarifa Social de Energia Elétrica, que oferece um desconto na conta de luz para famílias de baixa renda inscritas no CadÚnico. 

Este desconto pode facilitar a administração financeira do lar, permitindo que os recursos economizados sejam alocados para outras necessidades essenciais.

Bolsa Família

Conforme já mencionado, o Bolsa Família paga brasileiros que moram sozinhos, que são cadastrados como unipessoais. Para tal, a renda mensal deve ser de até R$ 218.

Veja também: Revisão do Bolsa Família com Inteligência Artificial pode ser PIOR para os brasileiros? Entenda!

Saiba como receber o Benefício de Prestação Continuada (BPC)

Assim como o Bolsa Família, o BPC também é uma transferência de renda. Trata-se de um auxílio destinado a idosos com 65 anos ou mais e pessoas com deficiência, que não possuem meios para prover a própria manutenção. 

Para se qualificar para o BPC, a renda por pessoa do grupo familiar deve ser inferior a 1/4 do salário mínimo vigente. Este benefício é vital para garantir o sustento de indivíduos em situação de vulnerabilidade econômica.

A importância da informação e orientação correta

Muitos dos que moram sozinhos desconhecem os benefícios aos quais têm direito, principalmente por falta de informação ou orientação adequada. 

A disseminação clara e acessível de informações sobre esses benefícios é crucial para que mais pessoas possam melhorar sua qualidade de vida e garantir seu bem-estar social.

Veja também: Valor do BPC AUMENTOU? Confira quais CPFs foram escalados para receber o EXTRA em abril