Médico adverte: não deixe seu filho dormir NESTA condição, risco seríssimo!

Uma simples ação como dormir pode ter consequências muito sérias na vida do seu filho. Confira.

Um dos erros mais comuns que os pais cometem é deixar a criança dormir nesta condição. Os sintomas podem variar de leves a graves e incluem dor de cabeça, tontura, náuseas, dificuldade para dormir, falta de equilíbrio, confusão mental e perda de memória.

Essa simples ação pode salvar a vida do seu filho. (Foto: divulgação)

Quando dormir representa perigo

Quando uma criança sofre uma queda ou bate a cabeça, é normal ficar preocupado. Afinal, a cabeça é uma parte do corpo extremamente sensível, e qualquer impacto pode trazer consequências graves. É importante ficar atento aos sinais de lesão e não ignorar nenhum sintoma. Um dos erros mais comuns que os pais cometem nesses casos é deixar a criança dormir logo após o acidente, na esperança de que ela se recupere durante o sono. O que eles não sabem é que isso pode ser extremamente perigoso e aumentar o risco de complicações.

Quando uma pessoa bate a cabeça (e isso vale para todas as idades), é comum ocorrer uma lesão chamada de concussão. A concussão é um distúrbio cerebral temporário que ocorre quando o cérebro é sacudido dentro do próprio crânio. Os sintomas podem variar de leves a graves e incluem dor de cabeça, tontura, náuseas, dificuldade para dormir, falta de equilíbrio, confusão mental e até mesmo perda de memória. Descansar e dormir é importante para a recuperação, no entanto, é importante garantir que a pessoa esteja sendo monitorada por um profissional de saúde, pois a concussão pode piorar ao longo do tempo, principalmente se a pessoa dormir antes de ser avaliada de acordo.

Algumas lesões podem não apresentar sintomas imediatos, mas se agravarem com o tempo. Então, mesmo que a criança pareça bem no momento, é importante monitorar seu comportamento e estado físico nas horas seguintes ao acidente. Se a criança for deixada dormir logo após a queda, pode ficar mais difícil identificar os sintomas precoces de uma lesão grave, o que representa um risco desnecessário para a saúde dessa criança.

Veja também: 6 itens que são PROIBIDOS para crianças e adolescentes

Risco de hemorragia intracraniana

Uma das principais preocupações quando se trata de uma batida na cabeça é o risco de hemorragia intracraniana. Esse tipo de lesão ocorre quando um vaso sanguíneo dentro do crânio é rompido, causando sangramento no cérebro. Os sintomas podem incluir dor de cabeça intensa, visão embaçada, dificuldade para se concentrar, fraqueza em um lado do corpo e vômitos persistentes. Se a pessoa dormir após uma batida na cabeça e tiver uma hemorragia intracraniana, a pressão intracraniana pode aumentar, tornando a lesão ainda mais grave. Portanto, busque atendimento médico imediatamente e não permita que o seu filho durma sem avaliação médica adequada.

Uma coisa que nós, pais, sabemos é que é sempre melhor prevenir do que remediar.  Somente um profissional de saúde poderá avaliar corretamente a gravidade da lesão do seu filho e determinar o melhor curso de ação. Lembre-se de que mesmo que a pessoa pareça bem no momento e não apresente sintomas imediatos, é importante monitorá-la e ter em mente que os sinais de lesão podem se manifestar até horas após o acidente. Não marque bobeira! Esteja atento.

Veja mais: Risco para saúde? Medicamento PROIBIDO em diversos países é o mais vendido nas farmácias no Brasil