POSITIVO! Aprovação no SENADO: MP BOLSONARO e PRORROGAÇÃO do Auxílio até DEZEMBRO

Vinicius ColaresVinicius Colares
Atualizado Hoje!

POSITIVO! Aprovação no SENADO – Entenda como funciona a Medida Provisória do Auxílio Emergencial e como está o processo para prorrogar!

Mesmo depois de ter sido divulgado o texto da MP do Auxílio Emergencial até dezembro, muitas pessoas ainda estão em dúvida sobre a definição dos valores. Isso acontece principalmente porque alguns parlamentares estão tentando a volta dos valores integrais de R$ 600,00. 

Com o texto da Medida Provisória abrindo margem para uma interpretação ruim, muitos estão discutindo se vai ser mantida a MP desta forma. Por isso é importante acompanhar de perto essas mudanças. 

A seguir vamos falar um pouco mais sobre isso. Entenda e saiba quais são as possibilidades e se o texto poderá mudar para os valores originais. Fique atento!

POSITIVO! Aprovação no SENADO
Imagem: Divulgação

Emendas MP Prorrogação Auxílio Emergencial

São um total de 262 emendas para a MP da prorrogação do Auxílio Emergencial apresentadas até o momento. É isso mesmo: deputados e senadores apresentaram um grande número de propostas para o texto original. 

Essas sugestões de alteração da Medida Provisória 1000/20 (do Auxílio) foram entregues até o prazo máximo para isso – que foi a última terça-feira (08). Os parlamentares que não concordaram com todas as partes do texto puderam apresentar propostas de mudanças. 

De acordo com essa nova renovação do Auxílio Emergencial de R$ 300, os valores serão pagos em quatro parcelas adicionais. O pagamento será feito entre os meses de setembro e dezembro, ainda sem calendário definido. 

O valor do novo Auxílio ficou agora na metade do que era originalmente. Ou seja, quem recebia R$ 600 vai receber R$ 300 e aquelas mães chefes de família que recebiam R$ 1,2 mil passam a ganhar R$ 600.

Aumentar o valor do Auxílio Emergencial

Grande parte das propostas apresentadas por deputados e senadores são para aumentar o valor do Auxílio Emergencial. Um dos interessados nisso é o deputado José Guimarães, que quer a volta dos pagamentos “originais”. 

De acordo com ele, o ideal mesmo seria ainda um salário mínimo (de R$ 1.045) mas como ainda existe muita resistência poderia ser feita apenas a extensão do Auxílio Emergencial de R$ 600

Essa é uma pauta de parlamentares de todas as bandeiras: entre os nomes que querem a manutenção do valor estão Jandira Feghali (PCdoB), Kim Kataguiri (DEM) e Eliziane Gama (Cidadania-MA). 

Aprovação da MP Auxílio Emergencial Bolsonaro

Mesmo que já tenha acontecido a aprovação da MP do Auxílio Emergencial por Bolsonaro, agora a tramitação do texto é no Plenário da Câmara. Esse é o rito que foi definido pelo Congresso Nacional durante o período de calamidade pública. 

Porém, sendo uma Medida Provisória, o texto já possui aplicação imediata pelo prazo de 120 dias, pelo menos. Por isso é importante seguir acompanhando a discussão para saber se vão ser aceitas as propostas de mudança do Auxílio Emergencial

MEDIDA! EFEITO SUSPENSIVO? Auxílio será de R$600 até DEZEMBRO e PARA TODOS

 

Leia Também