Motivos Auxílio Emergencial Negado: Descubra como fazer a Contestação!



Motivos Auxílio Emergencial Negado – Fique ligado na nova ferramenta do Governo Federal para verificar porque seu Auxílio foi negado!

Milhões de brasileiros e brasileiras estão dependendo da ajuda do Governo para ter uma renda mensal que garanta alimentação e as contas pagas. Por isso que a situação de análise que mostra o Auxílio Emergencial Negado pode ser uma grande frustração. 

Mas o Dataprev, que é a empresa ligada ao Governo Federal que está analisando os milhões de cadastros para receber R$ 600,00, divulgou novas formas de esclarecimento. Agora é possível saber o motivo de ter o cadastro não aceito e também é possível fazer a contestação. 

A seguir vamos falar um pouco mais sobre essas chances. Entenda como saber todas as informações sobre seu cadastro, confira o motivo da negação e saiba como fazer a contestação do resultado. 

Motivos Auxílio Emergencial Negado
Imagem: Divulgação

Por que tive Auxílio Emergencial Negado 

Muitas pessoas querem saber porque tiveram o Auxílio Emergencial Negado. Agora todos os cidadãos que fizeram a solicitação poderão fazer uma consulta detalhada dos seu cadastro e toda a análise feita pelo Dataprev. 

Confira também o Novo Auxílio Emergencial Dataprev: Veja como receber o Benefício!

Quem não foi selecionado para receber o Auxílio Emergencial poderá agora saber os motivos da negação. Além dos dois aplicativos e do site da Caixa, agora será possível fazer o acompanhamento da situação do Auxílio Emergencial por outros sites ligados ao Governo Federal. 

Essas duas novas ferramentas surgiram com a intenção de diminuir o tráfego no site da Caixa e facilitar, dando transparência para que todos saibam os motivos para não receber Auxílio Emergencial. 

Confira os sites e saiba como Acompanhar Auxílio Emergencial! (adicionar link do texto ‘Acompanhar Auxílio Emergencial: Governo cria novo site para saber a situação

Auxílio Emergencial Negado Como fazer contestação

Mas então como fazer a contestação do Auxílio Emergencial Negado? Primeiramente, esse procedimento só é necessário e válido para quem teve a mensagem ‘benefício não aprovado’ ou a descrição ‘dados inconclusivos’. 

De acordo com a Caixa, os erros mais comuns são a falta de indicação de dados de familiares (quando se declaram chefes de família). Outro problema comum é quando são adicionados membros da família que sejam indicados como falecidos no sistema. 

A seguir vamos trazer um passo a passo para contestar o Auxílio Emergencial negado. Confira:

  • 1º passo: Acesse o site do Auxílio Emergencial e aperte o botão ‘Acompanhe sua solicitação’ (https://auxilio.caixa.gov.br/#/inicio); 
  • 2º passo: Digite seu CPF e marque a caixa de verificação; depois receba o código de acesso por SMS; caso já tenha entrado nas últimas 24 horas, clique no botão ‘Já recebi o código’ e digite o último que recebeu;
  • 3º passo: Agora é o mais importante: leia atentamente o motivo do benefício negado. Se o problema for informação do cadastro incorreta clique no botão ‘Realizar nova solicitação’ e reinicie o cadastro; nesse caso preencha todos os dados pedidos e altere os dados que estavam errados; 
  • 4º passo: Se você discorda do motivo da negação do Auxílio pode clicar diretamente em ‘Contestar essa informação’ e depois em ‘Continuar’;
  • 5º passo: Agora é necessário que você confirme a contestação de uma informação do governo; para seguir clique em ‘Continuar’;
  • 6º passo: agora é necessário enviar uma declaração para contestação do Auxílio negado; nele você deve afirmar por quais razões o motivo apresentado pelo governo não é verdadeiro. Marque, por fim, as duas caixas e clique no botão ‘Continuar’. Pronto!

O pedido deverá ser analisado novamente e poderá ser acompanhado da mesma forma que as primeiras solicitações. Para saber tudo sobre o seu pedido, faça a consulta Auxílio Emergencial em um dos sites:

  • Consulta Auxílio Ministério da Cidadania: http://www.cidadania.gov.br/consultaauxilio
  • Consulta Auxílio Dataprev: http://www.consultaauxilio.dataprev.gov.br

 

Leia Também