Se você mora de aluguel, já pode comemorar: confira a NOVIDADE do governo!

O governo relançou o Programa Minha Casa, Minha Vida e brasileiros já podem aproveitar a novidade

O Programa Minha Casa, Minha Vida, consiste em um programa de habitação federal brasileiro que foi criado em março de 2009 pelo governo Lula. O programa tem como objetivo principal subsidiar a aquisição da casa ou apartamento próprio para as famílias que possuam renda até 1,8 mil reais, além de facilitar o acesso para famílias com renda até 9 mil reais.

Apenas em 2018, a Caixa Econômica Federal anunciou que mais de 14,7 milhões de pessoas conseguiram adquirir um imóvel por meio do programa. Já em 2021, o ex-presidente Jair Bolsonaro substituiu o benefício pelo Programa Casa Verde e Amarela.

Com o retorno do presidente Lula para a presidência da República, o programa voltou a se chamar Minha Casa, Minha Vida. Dessa forma, as pessoas que moram de aluguel podem obter algumas vantagens com a nova versão do programa. Confira a novidade!

O Programa Minha Casa, Minha Vida está de volta e brasileiros podem comemorar. Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Vitória para brasileiros que moram de aluguel

Os brasileiros que desejam sair do aluguel podem comemorar, pois o programa Minha Casa, Minha Vida está de volta. A partir do programa de habitação, diversas famílias poderão financiar a sua casa própria. Com o relançamento do benefício, também ocorreram algumas alterações e as principais dizem respeito a Faixa 1.

O Programa Minha Casa, Minha Vida é voltado principalmente para as famílias de baixa renda e a atual reforma se refere ao aumento do valor máximo de unidades habitacionais para as pessoas em situação de maior vulnerabilidade.

Como citado anteriormente, o principal foco atual do governo é a Faixa 1, que é composta pelas famílias que possuem renda bruta mensal de até R$ 2.640. O público em questão também terá acesso a um teto para realizar o financiamento, que corresponde a 95% do valor total do imóvel.

O retorno da Faixa 1 ainda conta com diversas vantagens, como o fato do governo ficar responsável por entre 80% e 95% do valor do imóvel, de forma que a família deve realizar o pagamento apenas da parte que não foi financiada.

Além disso, o valor máximo nas áreas urbanas passou de R$ 96 mil para R$ 140 mil. Já nas áreas rurais, a mudança foi de R$ 36,6 mil para R$ 60 mil. O programa ainda possui outras faixas para atender aqueles que possuem renda familiar mais elevada.

Confira também: Governo anuncia RELANÇAMENTO de programa muito IMPORTANTE para cidadãos brasileiros; saiba mais

Governo quer retomar obras paradas

O governo anunciou que pretende retomar as obras paradas ainda este ano. No momento, existem cerca de 186 mil unidades habitacionais que não foram concluídas na Faixa 1. Desse número, 170 mil são nas modalidades de empresas, entidades urbanas e entidades rurais, e ainda existem 16 mil na modalidade de oferta pública.

De acordo com a pasta referente ao Minha Casa, Minha Vida, o atual objetivo do governo é concluir as obras e também legalizar a entrega das unidades que se encontram com obras paradas. Os recursos que serão utilizados fazem parte do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR) e do Fundo de Desenvolvimento Social (FDS).

Saiba mais: Você sabia que é possível GANHAR DINHEIRO com contabilidade sem sair de casa? Confira 5 maneiras!