Moeda de R$ 1,00 com ESTE detalhe pode valer até R$ 8.000: você pode ter uma em sua carteira

O que você faria se descobrisse que aquela moedinha esquecida no bolso da calça vale milhares de reais? Leia como é isso na matéria.

A saber: muitas pessoas ficam obcecadas em se livrar das moedas que recebem em pagamentos devido ao peso criado na carteira ou à dificuldade de carregá-la. Seja como for, a rejeição ao dinheiro tornou-se ainda maior com o desenvolvimento da tecnologia e dos meios de pagamento, pois não é mais necessário contar com cédulas e moedas para as compras.

Mas e se você descobrisse que, com efeito, uma dessas moedinhas rejeitadas todavia valesse milhares de reais, o suficiente pra comprar muita coisa? Interessante, não acha? Pois bem, leia a matéria abaixo e comece sua caça ao tesouro particular.

Moeda de R$ 1,00 com ESTE detalhe pode valer até R$ 8.000: você pode ter uma em sua carteira
Procure nos bolsos! – Foto: Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Uma moeda de R$ 1 vale até R$ 8.000

Antes de tudo, por outro lado, esses itens são de grande valor para um segmento específico da população que se interessa por colecionar artefatos raros e antigos, principalmente prata antiga! Se você tem moedas na bolsa ou na carteira vale conferir se alguma delas pode ser considerada especial por esse grupo.

A saber: numismatas pagam números bem acima daqueles impressos no item para obter o que é considerado raro. Desta forma, o valor da moeda pode mudar dependendo de certas questões. Entre as características consideradas estão: a raridade, o estado de conservação, a quantidade de moedas equivalentes disponíveis no mercado e alguns outros fatores.

Primordialmente, um dos itens de colecionadores de moedas mais buscados hoje é verdadeira moeda de dupla face. Neste modelo, ambos os lados são iguais. Foi lançado em 2018 e devido a um erro de fabricação os dois lados são iguais. Não se admire que você não encontre muitas unidades disponíveis.

Um colecionador postou um vídeo no TikTok dizendo que estava disposto a pagar entre R$ 6.000 e R$ 8.000 para quem tivesse o modelo e pudesse repassá-lo. Para os brasileiros que possuem uma moeda considerada rara e querem ganhar dinheiro com ela, com efeito é importante anunciar sua moeda nas redes sociais para encontrar pessoas interessadas.

Antes de mais nada, em caso de dúvida sobre a raridade e o valor do item em seu poder, você pode procurar um profissional especializado em numismática para fazer a avaliação. Você pode encontrá-los em leilão.

Veja também: Entenda COMO a inteligência artificial está ajudando algumas pessoas a GANHAR dinheiro na internet

Numismática gira muito dinheiro em torno de moedas e cédulas antigas

Mesmo 27 anos após a aprovação da lei real, muitas pessoas ainda guardam em casa um punhado de cédulas e moedas dos antigos esboços monetários do Brasil. O estranho é que poucas pessoas se desfazem dessas peças, talvez por nostalgia ou por inferir que têm uma moeda rara entre elas. A má notícia é que em 99 % dos casos nenhuma dessas notas ou moedas tem valor. Então, como você sabe se aquele velho cofrinho tem algo valioso nele?

Não existe uma fórmula mágica para determinar automaticamente se sua moeda é rara. Consequentemente, o primeiro passo é coletar informações sobre isso. A maneira mais fácil de fazer isso é através do catálogo de moedas.

O erro mais comum é achar que moedas antigos são sinônimo de valor. Uma moeda emitida há duas décadas pode valer mais do que uma moeda do Império ou da Colônia. O fator decisivo para o preço de uma peça não é a sua idade, mas sim o número de moedas cunhadas no respetivo ano e o seu estado.

Veja também: Qual é a situação do Programa Desenrola Brasil em 2023? Negociação de dívidas é promessa de novo governo