Modelo de Escola Cívico-Militar – Municípios e Estados estão aderindo! Saiba mais!

Modelo de Escola Cívico-Militar – Confira todos detalhes sobre essa modalidade escolar!

Prefeituras municipais e os Governos de estado ainda podem aderir ao modelo proposto pelo MEC! Confira e saiba como funciona!

O Modelo de Escola Cívico-Militar já foi proposto pelo Ministério da Educação (MEC) e agora está em sua segunda fase. Estados e municípios podem mostrar interesse em fazer parte desse formato de ensino. 

É importante saber que mais de 50 instituições de ensino já passarão a funcionar como escolas cívico-militares e outras unidades poderão surgir de acordo com a demanda. Esse é o início do processo de abrangência do MEC. 

Confira a seguir as principais informações e saiba como acontece esse processo de adesão e até quando é possível fazer isso. Fique por dentro de todos os detalhes sobre essa reformulação em muitas escolas. 

Modelo de Escola Cívico-Militar
Foto: Divulgação

Escolas Cívico-Militares 2020

Você ouviu falar das Escolas Cívico-Militares 2020? Essa é uma nova realidade de educação que o Governo Federal procura implementar nos próximos anos em todas as regiões do país. E isso está acontecendo através da adesão de municípios e estados. 

Todas as administrações (estaduais e municipais) podem manifestar interesse em aderir ao modelo de cívico-militar proposto pelo Ministério da Educação (MEC) até o dia 27 de setembro. 

Esse tipo de gestão escolar será responsável por fazer o agrupamento entre civis e militares e começará a ser implementada já em 2020 em 54 diferentes escolas. Segundo o MEC, as escolas interessadas devem solicitar a adesão junto à secretaria estadual de Educação. Nesse primeiro momento serão escolhidas duas instituições de cada estado federativo e do Distrito Federal.

Onde Encontrar Escolas Cívico-Militares

Mas afinal, onde tem escola cívico-militar? A ideia é que várias regiões do país contem com o novo modelo. Nos estados que não houve interesse no programa, os próprios municípios poderão pedir participação voluntária por meio de ofício (com os nomes das instituições que pretendem aderir). 

E como são as escolas cívico-militares? É necessário que as unidades educativas interessadas em participar tenham entre 500 e 1 mil alunos do 6º até o 9º ano do Ensino Fundamental ou do Ensino Médio. 

Vão ter preferência no processo de seleção todas as instituições de ensino que possuem baixo índice de Desenvolvimento de Educação Básica (Ideb) e/ou que estão em situação de vulnerabilidade social. 

A intenção do Governo Federal é que estejam disponíveis 216 escolas cívico-militares até 2023. O MEC irá distribuir R$ 1 milhão por escola nesse primeiro momento, totalizando R$ 54 milhões apenas em 2020. 

 

Leia Também