MEI pode receber um salário fixo de R$ 1412; saiba como

Poucas pessoas sabem, mas o MEI pode ter acesso a um salário fixo de R$ 1412. Confira os critérios de elegibilidade e veja como solicitar.

Para microempreendedores individuais (MEI), acessar um salário fixo de R$ 1.412 é uma possibilidade real, porém dependente de critérios específicos. Este artigo detalha os requisitos necessários para que MEIs se qualifiquem ao salário. 

Além de apresentar as condições de elegibilidade, exploramos quem pode se beneficiar deste auxílio e como ele contribui para a segurança financeira e bem-estar das famílias envolvidas.

MEI pode receber um salário fixo de R$ 1412; saiba como
Quem é MEI pode receber salário de R$ 1412 – Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

O benefício do salário fixo para MEI: condições e vantagens

Para muitos microempreendedores individuais (MEI), a possibilidade de obter um salário fixo de R$ 1.412 representa uma oportunidade significativa, mas é preciso cumprir alguns requisitos específicos para aproveitar esse benefício.

Especialmente projetado para gestantes, o auxílio-maternidade é uma vantagem financeira importante, assegurada aos que estão em conformidade com as normas do INSS.

Este artigo explora as condições necessárias para MEIs se qualificarem para esse auxílio, demonstrando como isso pode melhorar significativamente suas condições de vida durante um período tão crucial.

Condições

Para se qualificar ao auxílio-maternidade, é essencial que o MEI esteja em dia com suas contribuições ao INSS através do DAS-MEI, com pagamentos efetuados até o dia 20 de cada mês. 

Além disso, é necessário cumprir uma carência de 10 meses de contribuição após o registro como MEI. A solicitação do benefício difere um pouco entre gestação e adoção, com regras específicas ajustadas para cada situação.

Benefício durante a gestação e adoção

No caso de gestação, o pedido do auxílio pode ser iniciado até 28 dias antes do parto previsto. 

Para mães adotivas, o benefício cobre crianças de até 12 anos, sendo pago durante quatro meses com base no salário mínimo. 

Este auxílio garante não apenas o suporte financeiro durante a chegada de um filho, mas também promove condições dignas para o bem-estar da criança.

Quem tem direito ao auxílio maternidade?

O auxílio-maternidade não se restringe apenas a mulheres gestantes ou a quem é MEI. 

Trabalhadores empregados sob regime CLT, desempregados, empregados domésticos, trabalhadores avulsos, contribuintes individuais ou facultativos, e segurados especiais também podem se beneficiar. 

Além disso, em casos de aborto espontâneo ou nascimento de um feto natimorto, há critérios específicos que permitem o acesso ao benefício, garantindo suporte nesses momentos difíceis.

Veja também: Ganhe dinheiro sem sair de casa! Lista revela os melhores sites de renda extra

Microempreendedores podem ter acesso aos benefícios do INSS 

O MEI tem direito a diversos benefícios previdenciários garantidos pelo INSS, desde que contribua mensalmente. São eles:

  • 1. Aposentadoria (idade ou invalidez);
  • 2. Auxílio-doença;
  • 3. Salário-maternidade;
  • 4. Pensão por morte;
  • 5. Auxílio-reclusão;

Qual é o valor da contribuição do MEI?

O MEI tem um regime simplificado de tributação ideal para pequenos negócios e trabalhadores autônomos. 

Para se manter regularizado, o MEI precisa pagar o DAS (Documento de Arrecadação Simplificado), que engloba as contribuições previdenciárias e os tributos municipais e estaduais.

O valor do DAS em 2024 varia de acordo com a atividade exercida pelo MEI, sendo composto por:

  • INSS (Instituto Nacional do Seguro Social): 5% do salário mínimo, equivalente a R$ 70,60 para a maioria das atividades. Para MEIs transportadores autônomos de cargas, o valor é de 12%, totalizando R$ 169,44.
  • ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços): R$ 1,00 para atividades de comércio e indústria.
  • ISS (Imposto Sobre Serviços): R$ 5,00 para atividades de prestação de serviços.

Veja também: 5 linhas de crédito EXCLUSIVAS para MEI: contrate a melhor opção SEM burocracia!