MAIS UMA parcela de R$ 1.294 liberada para trabalhadores em MAIO: confira as regras para receber

Em maio, milhares de trabalhadores devem receber mais uma parcela do abono salarial. Para saberem se vão ter acesso, basta consultar.

O PIS/Pasep 2024 trouxe uma série de novidades importantes para trabalhadores de carteira assinada e servidores públicos.

Com a unificação dos calendários de pagamento, uma nova dinâmica de recebimento entra em cena, prometendo simplificar e agilizar o acesso ao abono salarial. Entenda melhor como tudo isso funciona.

Quer saber se terá direito à parcela do benefício em maio? Confira como consultar sua elegibilidade!
Quer saber se terá direito à parcela do benefício em maio? Confira como consultar sua elegibilidade! / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Entendendo o abono salarial de 2024

O abono salarial do PIS/Pasep é uma gratificação anual destinada a quem trabalhou com carteira assinada ou como servidor público.

No entanto, para ter acesso a esse benefício, é necessário cumprir alguns critérios específicos.

Em 2024, o valor do abono será proporcional ao tempo trabalhado no ano-base de 2022, podendo chegar ao máximo de R$ 1.412,00.

Veja outros: Quais benefícios a empresa DEVE oferecer ao trabalhador? Confira a lista com seus direitos

Quem tem direito à parcela do abono?

Para ser elegível ao abono salarial, o trabalhador precisa:

  1. Estar cadastrado no CNIS ou no programa PIS/Pasep por, no mínimo, cinco anos até 31/12/2017;
  2. Ter trabalhado por um empregador que contribui para o PIS ou Pasep;
  3. Receber até dois salários mínimos de remuneração mensal no ano-base de 2022;
  4. Ter exercido atividade remunerada por pelo menos 30 dias em 2022, consecutivos ou não;
  5. Ter os dados corretamente informados pelo empregador no e-Social ou na RAIS.

Calendário de pagamentos unificado em 2024

Com a unificação do calendário, independentemente de ser PIS ou Pasep, o pagamento agora é realizado conforme o mês de aniversário do beneficiário.

Confira abaixo a tabela com as datas de pagamento para cada mês de nascimento.

Mês de NascimentoData de Pagamento
Janeiro15 de fevereiro
Fevereiro15 de março
Março15 de abril
Abril15 de abril
Maio15 de maio
Junho15 de maio
Julho17 de junho
Agosto17 de junho
Setembro15 de julho
Outubro15 de julho
Novembro15 de agosto
Dezembro15 de agosto

Para verificar se você tem direito ao abono salarial e qual o valor a ser recebido, você pode acessar o aplicativo Carteira de Trabalho Digital (https://bit.ly/3xfm82B) ou o portal oficial gov.br.

As consultas estão disponíveis desde o dia 05 de fevereiro.

Veja mais: FIM de um importante benefício trabalhista? Confira a DECISÃO do governo!

Qual o valor da parcela para cada trabalhador?

O cálculo do abono salarial é diretamente proporcional aos meses de trabalho ao longo do ano-base. Cada mês trabalhado corresponde a 1/12 do salário mínimo.

Assim, quem trabalhou o ano inteiro tem direito ao valor completo do abono, equivalente a um salário mínimo. Confira a tabela com os valores proporcionais ao número de meses trabalhados.

Meses TrabalhadosValor do Abono
1 mêsR$ 117,67
2 mesesR$ 235,33
3 mesesR$ 353,00
4 mesesR$ 470,65
5 mesesR$ 588,32
6 mesesR$ 706,00
7 mesesR$ 823,66
8 mesesR$ 941,33
9 mesesR$ 1.059,00
10 mesesR$ 1.176,68
11 mesesR$ 1.294,34
12 mesesR$ 1.412,00

Dessa maneira, o valor que cada trabalhador recebe reflete o tempo que ele dedicou ao trabalho durante o ano de referência, garantindo que todos os esforços sejam devidamente compensados.

Mantenha-se Informado!

Manter-se informado sobre os direitos trabalhistas é essencial para garantir que você não perca oportunidades como o abono salarial.

Fique atento às datas e certifique-se de que seus dados estão atualizados junto ao empregador. Este é o seu direito, assegure-se de recebê-lo!

Com a unificação dos calendários e a clareza das informações, esperamos que 2024 seja um ano de mais facilidade e agilidade no acesso a esses recursos tão importantes para os trabalhadores brasileiros.

Acompanhe mais: Descubra o Bolsa do Povo: ganhe R$ 540 por mês com o Bolsa Trabalho!

Seguro-desemprego 2024: funcionamento, valores e solicitação

O seguro-desemprego de 2024 ajustou seus valores com o aumento do salário mínimo, estabelecendo um suporte financeiro crucial para trabalhadores dispensados sem justa causa.

O benefício, que agora tem parcelas entre R$ 1.412,00 (mínimo) e R$ 2.313,74 (máximo), é calculado com base no salário médio dos três meses anteriores à demissão.

Para solicitar o seguro-desemprego, os trabalhadores formais devem fazer o pedido entre o 7º e o 120º dia após a dispensa. O

processo pode ser realizado tanto digitalmente, através do aplicativo da Carteira de Trabalho Digital ou do portal gov.br, quanto presencialmente em superintendências regionais do trabalho ou postos credenciados.

É essencial apresentar documentos como CPF e o documento de requerimento do seguro-desemprego fornecido pela empresa no momento da demissão.

Este sistema é projetado para ajudar os trabalhadores a manterem a estabilidade financeira enquanto buscam novas oportunidades de emprego.