Lula fala a verdade sobre o calendário do 13⁰ do Bolsa Família; entenda as datas

Lula esclarece se haverá 13º salário para o Bolsa Família em 2024. Reformulações do benefício visam aumentar o suporte básico.

O programa Bolsa Família tem sido um pilar na luta contra a pobreza no Brasil, proporcionando suporte financeiro a famílias em vulnerabilidade socioeconômica. 

Regularmente, surgem atualizações importantes sobre os pagamentos e políticas associadas a esse programa, que são essenciais para os beneficiários manterem-se informados e preparados. 

Neste contexto, a compreensão clara das reformulações e dos calendários de pagamento pode fazer uma diferença significativa na vida dessas famílias, assegurando que elas aproveitem ao máximo os benefícios oferecidos.

Lula fala a verdade sobre o calendário do 13⁰ do Bolsa Família; entenda as datas
Lula se posiciona sobre o 13º do Bolsa Família – Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Pagamento do 13º salário do Bolsa Família em 2024; o que você precisa saber

Recentemente, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva esclareceu as dúvidas circulantes sobre o pagamento do 13º salário do Bolsa Família para o ano de 2024. 

Ele confirmou que não haverá alterações na política de pagamento estabelecida anteriormente. 

Este artigo aborda os detalhes do pagamento, as reformulações no programa Bolsa Família, e as informações vitais que os beneficiários precisam saber para garantir seus direitos.

Vai ter 13º do Bolsa Família?

Não! O 13º salário do Bolsa Família, instituído por medida provisória em 2019, foi uma iniciativa que não continuou nos anos subsequentes de 2020, 2021 e 2022, devido à falta de renovação da medida. 

Em seu recente pronunciamento, Lula destacou que, por enquanto, não há previsões de reintrodução do 13º salário para os beneficiários do programa em 2024.

Reformulação 

Além de esclarecer dúvidas sobre o 13º salário, Lula também discutiu as recentes reformulações no Bolsa Família. O programa foi ajustado para garantir um valor mínimo de R$ 600 por família.

Existem acréscimos adicionais dependendo da composição familiar, como crianças de até seis anos, adolescentes entre sete e 18 anos, gestantes e nutrizes, bem como uma renda mínima por membro da família. 

Essas mudanças visam reforçar o compromisso do programa com a redução da pobreza e da insegurança alimentar no país. Confira:

  • Benefício de Renda de Cidadania (BRC): R$ 142 por pessoa na família.
  • Benefício Complementar (BCO): Garante que todas as famílias beneficiadas recebam no mínimo R$ 600.
  • Benefício Extraordinário de Transição (BET): Assegura que nenhum beneficiário receba menos do que o previsto pelo programa anterior, Auxílio Brasil, até maio de 2025.
  • Benefícios de R$ 50 específicos para crianças e gestantes, visando fortalecer o suporte às fases críticas de desenvolvimento.
  • Por fim, BPI (Benefício Primeira Infância) de R$ 150 para crianças de até seis anos de idade.

Veja também: ATENÇÃO: seu Bolsa Família pode ser cancelado por ESTE motivo!

Calendário de pagamentos futuros

O governo paga o Bolsa Família de acordo com o último dígito do Número de Inscrição Social (NIS). Veja o calendário para abril de 2024.

  • NIS final 1: 17 de abril
  • NIS final 2: 18 de abril
  • NIS final 3: 19 de abril
  • NIS final 4: 22 de abril
  • NIS final 5: 23 de abril
  • NIS final 6: 24 de abril
  • NIS final 7: 25 de abril
  • NIS final 8: 26 de abril
  • NIS final 9: 29 de abril
  • NIS final 0: 30 de abril

A importância da informação correta

Em tempos onde a desinformação é comum, é crucial que os beneficiários do Bolsa Família busquem informações apenas por meio de fontes oficiais e confiáveis. 

Isso ajuda a evitar confusões e assegura que eles estejam completamente informados sobre seus direitos e as mudanças no programa que podem afetar seus benefícios.

Veja também: Revisão do Bolsa Família com Inteligência Artificial pode ser PIOR para os brasileiros? Entenda!