Lote extra do abono salarial já pode ser CONSULTADO: confira o passo a passo

A Caixa Econômica Federal liberou a consulta do lote extra do PIS/Pasep para os trabalhadores.

O Programa de Integração Social (PIS) e também o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), são contribuições sociais que partem de uma natureza tributária referente às empresas, ou seja, pessoas jurídicas, para que sejam pagos alguns benefícios para os trabalhadores de empresas privadas e públicas.

O PIS é pago pela Caixa Econômica Federal para os funcionários de empresas privadas que são regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho. O Pasep, por sua vez, é pago para os servidores e funcionários públicos que estão sob regimento do Regime jurídico estatutário, sendo pago pelo Banco do Brasil.

Agora, a Caixa Econômica Federal liberou a possibilidade de que os trabalhadores consultem o lote extra do PIS/Pasep. Portanto, confira a seguir o passo a passo para realizar a consulta.

Caixa libera consulta para lote extra do PIS. Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Lote extra do abono salarial já pode ser consultado

O lote extra do abono salarial começa a ser pago na próxima segunda-feira (17) e já pode ser consultado através da Caixa Econômica Federal. De acordo com o calendário de pagamento, neste mês vão receber os trabalhadores que nasceram entre os meses de maio e junho.

Neste lote, ainda poderão receber os trabalhadores que nasceram nos meses de janeiro, fevereiro, março e abril, mas devido a alguma divergência encontrada pelo Ministério do Trabalho não receberam o valor dos lotes anteriores.

O valor a ser pago para cada um dos trabalhadores varia de acordo com a quantidade de dias trabalhados durante o ano-base, que neste caso é 2021. No total, serão liberadas 4,1 milhões de parcelas, o que equivale a R$ 4 bilhões.

Para que seja possível consultar as informações sobre o pagamento e saber se recebe o abono, é necessário realizar uma consulta por meio do site Portal Cidadão (cidadao.caixa.gov.br) ou ainda através dos aplicativos Caixa Trabalhador (bit.ly/416zl81) ou Caixa Tem (bit.ly/41oBL1D).

Além disso, para ter ao acesso ao PIS/Pasep, é necessário cumprir alguns requisitos, como ter trabalhado por 30 dias, consecutivos ou não, no ano-base; está inscrito no PIS/Pasep por pelo menos cinco anos; receber até dois salários mínimos e ainda estar inscrito no RAIS (Relação Anual de Informações Sociais) por pelo menos cinco anos.

Confira também: Governo AUTORIZOU a possibilidade de PARCELAR compras via PIX? Entenda a possibilidade

Calendário do PIS/Pasep 2023

O PIS é pago de acordo com o mês de nascimento dos trabalhadores, enquanto o Pasep segue o número de inscrição no programa. Vale ressasltar ainda que ambos os abonos podem ser sacados até o dia 28 de dezembro. Confira o calendário completo a seguir:

PIS

  • Trabalhadores que nasceram no mês de janeiro: recebem a partir de 15 de fevereiro;
  • Fevereiro: 15 de fevereiro;
  • Março: 15 de março;
  • Abril: 15 de março;
  • Maio: 17 de abril;
  • Junho: 17 de abril;
  • Julho: 15 de maio;
  • Agosto: 15 de maio;
  • Setembro: 15 de junho;
  • Outubro: 15 de junho;
  • Novembro: 17 de julho;
  • Dezembro: 17 de julho.

Pasep

  • Trabalhadores cuja final de inscrição seja 0: recebem a partir de 15 de fevereiro;
  • 1: 15 de março;
  • 2: 17 de abril;
  • 3: 17 de abril;
  • 4: 15 de maio;
  • 5: 15 de maio;
  • 6: 15 de junho;
  • 7: 15 de junho;
  • 8: 17 de julho;
  • 9: 17 de julho.

Saiba mais: Quase 5 MILHÕES de brasileiros recebem PIS/Pasep 2023 em abril: confira quando começa e quem tem direito ao pagamento