Novos brasileiros ganharam ISENÇÃO do Imposto de Renda: descubra se você é um dos beneficiados

A nova Medida Provisória do Governo Federal traz uma isenção ampliada do Imposto de Renda para brasileiros com renda até R$ 2.824.

O Imposto de Renda (IR) sempre foi um assunto de grande importância e discussão entre os cidadãos brasileiros.

Em um recente e significativo movimento, o Governo Federal anunciou uma alteração que promete trazer um alívio financeiro para milhões.

Com a nova Medida Provisória (MP), uma mudança substancial na isenção do IR foi estabelecida, beneficiando especialmente aqueles com rendas mais modestas. Saiba mais a seguir.

Isenção do Imposto de Renda.
Isenção do Imposto de Renda agora abrange mais brasileiros, com limite aumentado para rendas até R$ 2.824. (Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br).

Isenção do Imposto de Renda 2024 ampliada: quem se beneficia?

A partir de agora, cidadãos com uma remuneração mensal de até R$ 2.824 estão isentos do pagamento do Imposto de Renda.

Em suma, esta atualização representa um aumento significativo em relação ao limite anterior, que era de R$ 2.640.

Essa mudança significa que cerca de 15,8 milhões de brasileiros, de acordo com estimativas do governo, agora se encontram livres da obrigação do IR, garantindo assim um alívio financeiro bem-vindo.

Mais sobre o Imposto de Renda: Quem ganha até dois salários mínimos está ISENTO do Imposto de Renda? Saiba tudo!

Impacto financeiro

Embora esta medida seja um grande avanço para muitos, ela também acarreta um custo significativo para os cofres públicos.

Nesse sentido, estima-se uma redução na arrecadação de aproximadamente R$ 3,03 bilhões em 2024, aumentando nos anos subsequentes.

A saber, este impacto reflete a importância e a magnitude da atualização da isenção do IR.

Alterações na tabela do IR

O governo também ajustou a primeira faixa da tabela progressiva mensal do IR. O limite para aplicação da alíquota zero agora é de R$ 2.259,20, um aumento de 6,97% em relação ao anterior.

Esse reajuste é crucial para aqueles com renda mensal de até R$ 2.824, permitindo que, após descontos padrões, como o simplificado de R$ 564,80, se enquadrem na faixa de isenção.

O desconto simplificado: uma opção vantajosa

É importante destacar que o desconto simplificado de R$ 564,80 é uma opção para os contribuintes, que não afeta aqueles que têm direito a deduções maiores.

Portanto, indivíduos com despesas dedutíveis, como previdência e dependentes, podem se beneficiar ainda mais, dependendo de sua situação fiscal individual.

Tabela de declaração e isenção do Imposto de Renda 2024: Uma Visão Geral

A tabela do Imposto de Renda para 2024 apresenta diversas faixas de alíquotas e deduções, que variam de acordo com a renda do contribuinte.

As faixas vão desde uma alíquota zero para rendas até R$ 2.112 até uma alíquota de 27,5% para rendas acima de R$ 4.664,68. Veja abaixo:

Base de cálculo (R$)Alíquota (%)Parcela a deduzir do IR (R$)
Até R$ 2.112zerozero
De R$ 2.112,01 até R$ 2.826,657,5R$ 158,40
De R$ 2.826,66 até R$ 3.751,0515R$370,40
De R$ 3.751,06 até R$ 4.664,68 22,5R$ 651,73
Acima de R$ 4.664,6827,5R$ 884,96

A atualização histórica da tabela do IR

Esta atualização da tabela do IR é a primeira integral desde 1996 e busca corrigir uma defasagem acumulada de 155%.

Embora uma atualização parcial tenha sido realizada durante o governo Dilma Rousseff, estabelecendo a faixa de isenção em R$ 1.903,98, essa nova mudança representa um avanço significativo.

Com a tabela progressiva em vigor desde maio de 2023, os efeitos práticos desta atualização serão sentidos pelos contribuintes na declaração de 2024.

Base de cálculo (R$)Alíquota (%)Parcela a deduzir do IR (R$)
Até R$ 1.903,98zerozero
De R$ 1.903,01 até R$ 2.836,657,5R$ 142,89
De R$ 2.826,66 até R$ 3.751,0515R$ 354,80
R$ 3.751,06 até R$ 4.664,6822,5R$ 636,13
Acima de R$ 4.664,6827,5R$ 869,36

Em conclusão, a recente alteração nas regras de isenção do Imposto de Renda marca um momento histórico na política fiscal do Brasil.

Esta mudança não só beneficia milhões de brasileiros de baixa renda, mas também reflete um esforço do governo para modernizar e tornar mais justa a cobrança de impostos.

Enquanto enfrentamos os desafios econômicos atuais, essa medida vem como um alívio para muitos, trazendo um pouco mais de equidade no sistema tributário do país.

Saiba também: Quem ganha até dois salários mínimos está ISENTO do Imposto de Renda? Saiba tudo!