IRPF 2024: saiba como declarar seu CARRO e evite erros que podem te levar à malha fina

Durante a declaração do IRPF 2024 é importante não se esquecer de nenhum detalhe, ou o contribuinte pode acabar tendo que prestar contas ao Fisco.

O prazo para a declaração do Imposto de Renda de 2024 está se aproximando e um dos pontos que geram dúvidas é a declaração de veículos, que deve ser feita com detalhes.

Não importa o valor do seu automóvel, moto ou caminhão; se você é proprietário, precisa informar à Receita Federal. Veja a seguir como fazer isso corretamente e evitar problemas com o leão.

Se você precisa declarar seu carro no IRPF 2024, saiba como não errar no processo para evitar cair na malha fina.
Se você precisa declarar seu carro no IRPF 2024, saiba como não errar no processo para evitar cair na malha fina. / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

IRPF 2024 e a obrigação das declarações

Todo ano, os brasileiros que possuem veículos motorizados terrestres devem incluir esses bens na Declaração do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (DIRPF).

A obrigatoriedade vale para todos, sem exceção, reforçando a transparência e o controle fiscal sobre os bens patrimoniais.

A regra é clara: precisa declarar quem teve rendimentos superiores a R$ 30.689,90 durante o ano de 2023.

Além dos rendimentos, informações detalhadas sobre a posse, compra, venda ou doação de veículos são requisitos essenciais para a declaração.

Não perca: Veja como consultar o Bolsa Família pelo seu WhatsApp: processo é MUITO simples!

Passo a passo para declarar seu veículo

  1. Acesse o programa da Receita Federal (https://bit.ly/3TfjeT8): inicie preenchendo a ficha “Bens e Direitos” com as informações do veículo.
  2. Selecione o Código 21: este código é destinado a veículos automotores terrestres, como carros, motos e caminhões.
  3. Informe o RENAVAM: digite o código do Brasil (105) e o número do RENAVAM, detalhando as especificações do veículo no campo “Discriminação”.
  4. Situação financeira do veículo: para veículos adquiridos em 2023, informe apenas os dados atuais. Se o veículo já era de sua propriedade, repita as informações do ano anterior.

Declarando veículos financiados

Para veículos financiados, declare apenas o montante efetivamente pago até 31 de dezembro de 2023, o que vier depois disso ficará para o próximo ano.

Descreva no campo “Discriminação” que a compra foi realizada através de financiamento, sem a necessidade de informar dívidas em “Dívidas e Ônus Reais”.

Em caso de consórcio não contemplado, declare as cotas pagas em 2023 no código “05 – Consórcio não contemplado”.

Quando contemplado, atualize a situação para o código “21 – Veículo automotor terrestre”, inserindo os pagamentos feitos até o momento da contemplação.

Não perca: Malha fina é o TERROR de quem declara o IRPF: saiba como ESCAPAR

Evitando erros e omissões

Certificar-se de preencher todas as informações corretamente é crucial para evitar problemas com a Receita Federal.

Se você errar ou esquecer algum detalhe na declaração do Imposto de Renda, poderá ser necessário enviar uma declaração retificadora para corrigir as informações.

Isso é comum e permite ajustar dados sem penalidades, desde que seja feito antes do prazo final de entrega.

No entanto, se o erro resultar em discrepâncias significativas ou for detectado pela Receita Federal após a análise, pode haver multas, juros ou, em casos graves, investigações mais aprofundadas sobre sua situação fiscal.

Mantendo-se em dia com o IRPF 2024

Declarar seus veículos corretamente é parte fundamental da sua contribuição enquanto cidadão. Além de evitar problemas fiscais, você garante que todos os seus bens estejam regularizados perante o fisco.

Lembre-se de que a Receita Federal utiliza essas informações para cruzar dados e validar sua situação fiscal.

Com estas dicas, esperamos que o processo de declaração do seu veículo no Imposto de Renda 2024 seja simples e descomplicado.

Manter-se informado e seguir as orientações corretamente são as chaves para uma declaração bem-sucedida. Não deixe para a última hora; organize-se e garanta sua paz de espírito ao lidar com o leão.

Saiba mais: Receita Federal libera calendário de consulta à RESTITUIÇÃO do IRPF; CPFs de 0 a 9 podem acessar