IPTV: Anatel pública anúncio sobre equipamentos TV Box (Smart), o que pode acontecer?

Descubra agora se você corre o risco de ficar sem a sua TV Box ou se isso é apenas um boato.

A Agência Nacional de Telecomunicações – ANATEL – promove Consulta Pública a fim de colher opiniões sobre a chamada Smart TV Box. A ideia é classificar o produto específica e incluir meio de verificar a presença de funcionalidades que ferem a política de direitos autorais.

Segundo a Anatel, nem todo aparelho estilo TV Box é ilegal. Muitos deles servem para acessar conteúdo audiovisual de forma legal e sem problemas com a lei. Os aparelhos irregulares e que causam danos à direitos autorais devem ser desligados e parar de fornecer o serviço.

IPTV: Anatel pública anúncio sobre equipamentos TV Box (Smart), o que pode acontecer?
Consumidores estão com mede de perder o serviço – Foto: divulgação

Como funciona a tecnologia da TV Box?

Em primeiro lugar, a Internet Protocol Television (IPTV) é um sistema em que os serviços de televisão são entregues usando o Internet Protocol Suite em uma rede de comutação de pacotes, como uma LAN ou a Internet, em vez de serem entregues pelos formatos tradicionais terrestres, de sinal de satélite e de televisão a cabo.

Em segundo lugar, a IPTV oferece muitas vantagens sobre a televisão tradicional, incluindo a capacidade de integração com outros serviços baseados em IP, como Internet de alta velocidade e serviço de telefonia VoIP. A IPTV também oferece uma gama muito maior de canais e conteúdo sob demanda do que a maioria dos provedores de televisão tradicionais. E como o IPTV é fornecido por meio de uma conexão com a Internet, geralmente é muito mais barato do que o serviço de televisão tradicional.

Como toda inovação tecnológica, ela logo foi cooptada pela pirataria. Oferece muitos benefícios em relação à TV a cabo tradicional, incluindo melhor qualidade de imagem, mais canais e mais recursos. Mas vale a pena o custo extra? Vamos dar uma olhada em alguns dos recursos do IPTV para ajudá-lo a decidir.

Outrossim, uma das maiores vantagens do IPTV é a melhor qualidade de imagem. A IPTV usa uma taxa de bits mais alta do que a TV a cabo tradicional, o que significa que pode oferecer uma imagem mais nítida. Além disso, o IPTV usa streaming de taxa de bits adaptável, o que significa que a qualidade da imagem se ajustará automaticamente à velocidade da sua conexão com a Internet. Isso significa que você não terá que se preocupar com buffering ou pausas em seu vídeo.

Veja também: Tecnologia permite TVs terem cheiro, sabor e sensações: conheça o 9D

O governo quer combater a pirataria

Com efeito, a IPTV também oferece mais canais do que a TV a cabo tradicional. Com IPTV, você pode escolher entre centenas de canais, incluindo muitos canais internacionais que você não consegue com cabo. Além disso, o IPTV geralmente inclui um recurso DVR, para que você possa gravar seus programas favoritos e assisti-los mais tarde.

Todavia, os dispositivos de IPTV são a nova tendência no entretenimento doméstico e há muitas razões pelas quais eles estão se tornando tão populares. Um dos aspectos mais atraentes da IPTV é a capacidade de assistir televisão ao vivo sem assinatura de cabo ou satélite. Isso significa que você pode economizar dinheiro todos os meses cortando sua conta de cabo.

Em conclusão, além disso, os dispositivos de IPTV oferecem uma qualidade de imagem muito maior do que os serviços tradicionais de cabo ou satélite. Isso se deve ao fato de que a IPTV usa a conexão de internet da sua casa em vez de depender de uma conexão física como cabo ou satélite.

IPTV é crime? O que a lei diz?

É importante lembrar que, ao contrário do que muitos pensam, não existem apenas os aparelhos de de TV Box considerados “ilegais”.

Contudo, quem pode ter problema é apenas quem usar o IPTV ilegal. A saber, esse tipo de sistema em que programas são fornecidos pela internet conta com um risco grande – já citado anteriormente – a pirataria.

Ou seja, IPTV só é crime se você estiver usando para infringir direitos autorais. Isto é, quem usa serviços de distribuição de conteúdo ilegal cai em uma prática considerada criminosa.

Segundo o artigo 7 da Lei de Direitos Autorais, todo material audiovisual pode ser protegido contra pirataria. Além disso, o Artigo 184 do Código Penal Brasileiro afirma que conteúdos protegidos não respeitados leva a consequências.

Finalmente, a cópia para lucro próprio bem como a distribuição de sinal de IPTV ilegal podem gerar problemas sérios.

Jogos da Copa não vão passar em IPTV?

Por fim, muitas pessoas estão preocupadas com a transmissão da Copa do Mundo do Catar em 2022.

Entre aqueles que estão atentos, a Bell Media (conglomerado de mídias gigante) está querendo proibir serviços de IPTV que passam grande eventos esportivos ilegais.

Essa empresa atua especificamente no Canadá e está preocupada já que o canal The Sports Network (TSN) – que possui os direitos de transmissão da Copa – pode concorrer com os IPTV ilegais.

De acordo com especialistas, não é fácil derrubar esse tipo de transmissão, por isso o conglomerado acionou o Tribunal Federal de Montreal.

Lembrando, finalmente, que quem tem os direitos da transmissão da Copa do Mundo de 2022 no Brasil é a rede Globo. Ou seja, os jogos no Brasil vão ser transmitidos oficialmente na própria Globo e no Sportv – na rede fechada. A Globoplay e ‘ge’ também transmitem.

Melhores aplicativos para assistir TV no seu celular

Atualmente, existem diversos aplicativos e plataformas que permitem que seus usuários possam assistir toda a programação da TV, através da telinha de um celular ou computador. Contudo, é válido ressaltar que para conseguir ter acesso aos recursos completos, é necessário realizar uma assinatura em cada uma das plataformas, que podem variar de preço e condições. Confira quais são:

  1. Globoplay e Globosat Play (globoplay.globo.com);
  2. Playplus – RecordTV (playplus.com);
  3. Band Play, News e Sport (bandplay.com);
  4. SBT vídeos (sbtvideos.com.br);
  5. TV Gazeta (tvgazeta.com.br);
  6. Directv Go (directvgo.com);
  7. Guigo TV (guigo.tv);
  8. Estádio TNT Sports (br.estadio.com);
  9. TNT Go (directvgo.com);
  10. Pluto TV (pluto.tv);
  11. Now Online (www.clarotvmais.com.br);
  12. Soul TV (soultv.com.br).

Possível fim dos sinais IPTV

Antecipadamente, a Associação Húngara de Comunicações está visando encontrar medidas que busquem o bloqueio dos sinais provenientes de IPTV. Isso porque, o IPTV, na grande maioria das vezes, acontece em virtude de uma prática ilegal de pirataria.

Dessa forma, diversas pessoas optam pela venda dos serviços indevidos, que na verdade, são oferecidos por outras empresas. Assim sendo, esses indivíduos ofertam o produto por valores um tanto quanto abaixo, através de diversas formas que consistem em disponibilizar o material pirata.

Sob esse viés, as verdadeiras empresas responsáveis pelo serviço original, acabam caindo em uma situação de extremo prejuízo, deixando de lucrar sob os assinantes. Contudo, o objetivo da Associação é exatamente evitar que esses indivíduos obtenham lucros indevidos através dos sinais de IPTV.

Ademais, a notícia não é nada boa para aqueles que optaram por assinar esse tipo de serviço. Isso porque, mediante à concretização da medida, os sinais dessa categoria ficarão indisponíveis e bloqueados. Por fim, a Associação deixou claro o interesse em findar a prática.

Veja também: Curso de tecnologia para mulheres: empresa está distribuindo dezenas de bolsas