INSS vai BLOQUEAR pagamentos de aposentados que não realizarem a prova de vida? Entenda a decisão do Instituto

A prova de vida é uma importante regra que visa manter os pagamentos de benefícios do INSS, já que comprova que os cidadãos ainda estão aptos a recebê-los.

Normalmente, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) bloqueia o pagamento de pessoas que deixem de realizar a prova de vida, mas isso pode mudar.

A novidade do INSS veio como um alívio para milhões de brasileiros. Até o final de 2024, nenhum benefício será bloqueado ou suspenso por falta de prova de vida.

Esta decisão, publicada no Diário Oficial da União, promete facilitar a vida de aproximadamente 43 milhões de beneficiários, que não precisarão mais se deslocar até as agências para garantir a continuidade de seus benefícios. Confira detalhes.

Ainda não realizou a prova de vida e está com medo de perder seus benefícios do INSS? COnfira a decisão da autarquia
Ainda não realizou a prova de vida e está com medo de perder seus benefícios do INSS? Confira a decisão da autarquia / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Afinal, o que é a prova de vida?

A prova de vida do INSS é um processo anual obrigatório destinado a confirmar a existência dos beneficiários de aposentadorias, pensões e outros benefícios de longa duração.

Essa comprovação é essencial para continuar recebendo os pagamentos sem interrupções. O procedimento serve para prevenir fraudes e pagamentos indevidos, garantindo que os recursos cheguem a quem realmente tem direito.

Historicamente, era feita presencialmente nas agências bancárias, mas agora existem alternativas digitais para facilitar e agilizar o processo.

Não perca: Beneficiários do INSS ganham adicional de R$ 250; confira QUEM pode receber

Mudanças significativas na prova de vida

A portaria que trouxe essa boa nova também alterou o período de contagem para a realização da prova de vida.

Agora, ao invés de se basear na data de aniversário do segurado, o prazo começa a contar a partir da última atualização do benefício ou da última prova de vida realizada. Uma adaptação que busca simplificar e tornar mais acessível o processo para todos.

A comprovação automática: uma realidade

Com o intuito de evitar filas e aglomerações nas agências do INSS, a prova de vida passará por um processo de automatização.

A partir de 2023, o INSS inovou na forma de realizar a prova de vida dos beneficiários, adotando um método de comprovação automática para cerca de 17 milhões de pessoas.

Isso significa que a comprovação será realizada através do cruzamento de dados entre os cadastros do governo e de seus parceiros.

Entre as atividades que validam automaticamente a prova de vida estão: a declaração de imposto de renda, contratação de crédito consignado, atendimento no sistema público de saúde e vacinação.

Fique por dentro: Mais de 30 MILHÕES de idosos já estão comemorando a COMUNICADO do INSS hoje (19)

Como realizar a prova de vida digital?

A prova de vida digital do INSS é realizada através do aplicativo Meu gov.br (https://servicos.acesso.gov.br/), em que o beneficiário envia uma selfie para o processo de reconhecimento facial.

Esse procedimento é dividido em duas etapas principais: a prova de vivacidade, que assegura que a foto é de uma pessoa real e presente no momento da captura, e a prova de identidade, que confirma se a pessoa na foto corresponde à identidade registrada no CPF.

Após a conclusão bem-sucedida dessas etapas, o aplicativo valida a identidade do beneficiário.

Benefícios sem interrupção

Mesmo que todas as tentativas de comprovação automática sejam esgotadas, os benefícios não serão suspensos até o final de 2024.

Isso assegura que os segurados não precisarão se preocupar com possíveis bloqueios ou suspensões de seus benefícios por falta de comprovação de vida, garantindo tranquilidade e segurança financeira para milhões de famílias.

Acompanhe mais: INSS não libera seu BPC Veja como DESTRAVAR o pagamento do benefício