INSS: liberada as consultas de setembro, confira

Consultas de aposentadorias e pensões já são possíveis em setembro, saiba como conferir a sua agora mesmo!

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é o órgão responsável por administrar os auxílios dos aposentados e pensionistas brasileiros, e assim realizam os repasses mensais.

Como de costume, este mês uma nova rodada de pagamentos das aposentadorias e pensões será realizada, e as datas já podem ser consultadas conforme o número do benefício que está no cartão. Confira o calendário no decorrer da leitura.

INSS: liberada as consultas de setembro, confira
INSS libera calendário de pagamentos: confira a data do seu saque. Crédito: @jeanedeoliveirafotografia

A remessa de pagamentos do INSS está liberada para consulta  

Cerca de 36 milhões de brasileiros vão receber seus benefícios mensais neste mês de setembro, como de costume. A boa notícia é que esta semana o calendário do INSS está liberado para consulta, dessa forma, os segurados podem verificar os valores a receber o quanto antes.

As datas dos pagamentos estão previstas para iniciar entre os dias 25 de setembro e de 2 de outubro, por isso, estão divididas em duas partes: 

  • Pagamento para quem recebe um salário mínimo;
  • Pagamentos para quem recebe acima de um salário mínimo.

Os segurados devem ficar sempre atentos ao calendário conforme o penúltimo número do cadastro do beneficiário, acompanhe o calendário abaixo:

Calendário de pagamento para quem recebe um salário mínimo

  • Penúltimo número 1 – saque disponível em 25 de setembro
  • Penúltimo número 2 – saque disponível em 26 de setembro
  • Penúltimo número 3 – saque disponível em 27 de setembro
  • Penúltimo número 4 – saque disponível em 28 de setembro
  • Penúltimo número 5 – saque disponível em 29 de setembro
  • Penúltimo número 6 – saque disponível em 2 de outubro
  • Penúltimo número 7 – saque disponível em 3 de outubro
  • Penúltimo número 8 – saque disponível em 4 de outubro
  • Penúltimo número 9 – saque disponível em 5 de outubro
  • Penúltimo número 0 – saque disponível em 6 de outubro

Calendário de pagamento para quem recebe acima de 1 salário mínimo

  • Penúltimos números 1 e 6 – saque disponível em 2 de outubro
  • Penúltimos números 2 e 7 – saque disponível em 3 de outubro
  • Penúltimos números 3 e 8 – saque disponível em 4 de outubro
  • Penúltimos números 4 e 9 – saque disponível em 5 de outubro
  • Penúltimos números 5 e 0 – saque disponível em 6 de outubro

Vale lembrar que para não confundir as datas é importante observar com atenção os calendários que são diferentes um do outro. No caso de dúvidas e mais informações, os beneficiários podem entrar em contato com a Central de Atendimento do INSS no telefone 135.

Veja também: Passo a passo para AUMENTAR o valor do seu benefício INSS: ainda HOJE (18)

Valor dos benefícios e aposentadorias 

Todo ano o INSS realiza reajustes nos valores das aposentadorias, pensões e outros benefícios previdenciários. E como funciona o reajuste anual do INSS?

O reajuste é feito para que os beneficiários não percam dinheiro com a inflação todos os anos. Se o valor do benefício é sempre o mesmo no decorrer dos anos o poder de compra do cidadão segurado só tende a diminuir.

Então, os reajustes são feitos para resolver esse tipo de problema e garantir que os segurados possam suprir suas necessidades básicas. Como dito anteriormente, os pagamentos dos segurados são divididos em quem recebe um salário mínimo e quem recebe acima disso.

Quem recebe R$ 1.320 (salário mínimo vigente), quando há o reajuste anual do salário mínimo, o INSS acompanha o valor para fixar o pagamento do segurado.

Agora, quem  recebe acima de 1 salário-mínimo, a alíquota de reajuste é aplicada ao valor que o segurado ganha que é diferente de quem recebe o mínimo. 

Neste caso, é levando em consideração a inflação do ano anterior e também, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). O INPC mede o aumento do custo de vida das famílias que possuem renda de até 5 salários-mínimos.

O Governo Federal anunciou neste ano que a alíquota para essa categoria de segurados é de 5,93%, por exemplo: se você recebia aposentadoria no valor de R$ 2.000,00 em 2022 e somou 5,93% a esse valor, o valor do seu benefício agora será de R$ 2.118,60 em 2023.

Saiba mais: Aposentadorias do INSS poderão ser cortadas APÓS 10 anos de concessão: BOMBA saiu hoje (18)