INSS avisa sobre SUSPENSÃO dos benefícios; veja como não PERDER sua aposentadoria!

Aqueles que não realizarem os procedimentos conforme ordens do INSS poderão acabar perdendo seus benefícios de renda.

Às vésperas do Carnaval, uma ótima notícia chega para os mais de 39 milhões de aposentados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no Brasil.

A ansiedade gerada pela possibilidade de suspensão dos benefícios devido à prova de vida foi dissipada por um comunicado oficial do INSS, trazendo alívio e tranquilidade a todos. Confira!

Se os beneficiários do INSS não realizarem a prova de vida, podem acabar sem aposentadorias. Confira!
Se os beneficiários do INSS não realizarem a prova de vida, podem acabar sem aposentadorias. Confira! / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

INSS vai suspender beneficiários?

A preocupação dos aposentados cresceu com os avisos sobre a necessidade de realizar a prova de vida, um procedimento que, até então, era imprescindível para a continuidade do recebimento dos benefícios.

Entretanto, o INSS assegurou que, graças a uma nova abordagem, a suspensão dos benefícios por não realização da prova de vida não será mais uma preocupação.

Novo procedimento de prova de vida

O INSS adotou uma nova metodologia para a comprovação de vida dos seus segurados. Agora, a verificação será feita internamente pelo próprio instituto, através do cruzamento de dados.

Caso haja discrepâncias, os segurados serão informados e uma busca ativa será realizada para confirmar suas situações. Portanto, não é mais necessário ir até uma agência bancária ou do INSS para realizar a prova de vida.

O que você precisa saber

  • Sem necessidade de deslocamento: os beneficiários do INSS não precisam mais ir às agências para fazer a prova de vida;
  • Segurança dos benefícios: os pagamentos continuarão sendo feitos regularmente, sem interrupções, enquanto o novo processo de prova de vida estiver em andamento;
  • Atenção aos comunicados: mesmo recebendo avisos, os beneficiários devem aguardar a visita de um agente do INSS para a verificação necessária;
  • Suspensão do benefício: a suspensão só ocorrerá se, após todas as etapas do novo processo de prova de vida, o aposentado não for localizado ou confirmado vivo.

Veja mais: Justiça libera e INSS vai pagar MAIS DE R$ 1 BILHÃO a segurados: consulte

O que vai servir como prova de vida?

Conforme estabelecido pela nova normativa, as seguintes atividades serão aceitas como comprovação de vida:

  • Contratação de crédito consignado validada por identificação biométrica;
  • Uso do aplicativo Meu INSS ou acesso a sistemas de certificação de órgãos governamentais com controle de entrada;
  • Comparecimento em agências do INSS para serviços presenciais;
  • Autenticação biométrica em entidades associadas ao INSS;
  • Avaliação médica, seja presencial ou via telemedicina;
  • Serviços de vacinação ou consultas em unidades de saúde públicas ou conveniadas;
  • Procedimentos de atualização de cadastro em departamentos de trânsito ou segurança;
  • Saques de benefícios mediante autenticação biométrica;
  • Participação em processos eleitorais;
  • Processos de emissão ou renovação de documentos como passaporte, CNH, RG ou carteira de trabalho;
  • Realização do alistamento militar;
  • Apresentação da Declaração do Imposto de Renda, seja como contribuinte principal ou dependente;
  • E outras atividades oficiais que requeiram a presença física ou autenticação biométrica do indivíduo.

Uma vez que o beneficiário realize uma dessas ações, o INSS procederá à verificação das informações em sua base de dados para validar a comprovação de vida.

Impacto positivo para aposentados do INSS

Esta mudança é um grande passo para simplificar a vida dos aposentados, eliminando a preocupação e o estresse associados à prova de vida anual.

Com a garantia de que os benefícios continuarão sendo recebidos sem interrupção, os aposentados podem desfrutar de maior paz de espírito e concentrar-se em aproveitar a vida com mais tranquilidade e segurança.

Fique em dia com seus deveres

A nova política do INSS de realizar a prova de vida internamente é uma mudança bem-vinda, refletindo um esforço contínuo para melhorar a experiência dos beneficiários e garantir que o suporte financeiro vital que eles dependem continue ininterrupto.

Agora, mais do que nunca, é importante que os aposentados mantenham suas informações atualizadas e estejam atentos às comunicações do INSS, garantindo que seus direitos e benefícios sejam preservados.

Veja mais: INSS modificou o prazo para realizar a prova e vida? Aposentados estão irritados