Auxílio Brasil: Nova inscrição será pelo CadÚnico; veja como se cadastrar

Atualizado Hoje!

Ministério da Cidadania afirmou que número de beneficiários deve aumentar no novo Bolsa Família!

Está chegando o Auxílio Brasil, programa que vai substituir o Bolsa Família. O novo programa de renda deverá aumentar em mais de 50% os valores mensais e adicionais novos membros. 

Confira exatamente como vai funcionar a inscrição e quem já deve começar a receber em novembro. Entenda como funciona o cadastramento de quem ainda não recebe os benefícios. 

Auxílio Brasil Nova inscrição será pelo CadÚnico; veja como se cadastrar
Auxílio Brasil. / Imagem: Divulgação.

Auxílio Brasil Como vai funcionar

Você já sabe como vai funcionar o Auxílio Brasil? Em novembro deve começar o novo programa de transferência de renda do Governo Federal, substituto do tradicional Bolsa Família. 

O texto da Medida Provisória do programa já está no Congresso Nacional e deve ser votado dentro de 120 dias. Mas atenção: como estamos falando de uma MP, o texto começa a valer imediatamente. 

Ou seja, o novo Auxílio Brasil já está pronto para começar, faltam apenas alguns ajustes. Entre eles, a definição final dos valores está em pauta junto com detalhes sobre o número de novos beneficiários. 

Inscrição Auxílio Brasil

E como vai ser a inscrição no Auxílio Brasil em 2021? De acordo com o Ministério da Cidadania, responsável pelo programa, a entrada seguirá da mesma forma que acontece no Bolsa Família. 

Ou seja, o cadastro no Auxílio Brasil vai se dar pelo Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, o CadÚnico. Para receber o novo benefício, portanto, é obrigatório estar no sistema do governo. 

É o CadÚnico que reúne todas as informações de famílias e pessoas em situação de baixa renda no Brasil. Por isso o novo Bolsa Família deverá seguir usando esse sistema que é eficaz. 

Novas inscrições Auxílio Brasil 2021

Sobre as novas inscrições no Auxílio Brasil em 2021, o Governo Federal deverá utilizar a mesma base do Bolsa Família inicialmente. Hoje são 14,6 milhões de beneficiários – que devem continuar recebendo normalmente. 

Junto deles serão adicionados 2 milhões de novos inscritos no Auxílio Brasil. Esses beneficiários já vão contar com o novo valor de pelo menos 50% a mais em média, de acordo com o presidente Bolsonaro. 

Em resumo, quem vai receber o Auxílio Brasil em novembro:

  • Famílias em situação de pobreza e extrema pobreza que já recebiam o Bolsa Família; 
  • Inscritos no CadÚnico na condição de renda de até meio salário mínimo por pessoa ou renda mensal familiar total de até três salários mínimos. 

Importante: o Cadastro Único NÃO garante o pagamento do Auxílio Brasil automaticamente. Os interessados devem ir até uma unidade do CRAS (Centro de Referências de Assistência Social) e solicitar o benefício. 

Veja Também: Auxílio Brasil 2021: Cadastro já está disponível? Atualização no CadÚnico para não perder o benefício

Como se cadastrar no Auxílio Brasil

Por fim, quem quer saber como se cadastrar no Auxílio Brasil deve saber, primeiramente, como fazer o CadÚnico. 

O passo a passo para receber o novo Bolsa Família em novembro é o seguinte:

  1. Um membro da família com idade de 16 anos ou mais deve procurar o CRAS mais próximo ou o posto de atendimento do CadÚnico da sua cidade; 
  2. É necessário fazer a inscrição no Cadastro Único (com os documentos abaixo); 
  3. Depois de fazer a inscrição, um assistente social vai entrevistar o inscrito; 
  4. No fim da entrevista, o responsável familiar deve fazer a solicitação para entrar no Novo Bolsa Família. 

Os documentos para inscrição no CadÚnico são:

  • Carteira de Identidade – RG;
  • Certidão de Nascimento; 
  • Título de Eleitor; 
  • Certidão de Casamento; 
  • CPF; 
  • Carteira de Trabalho; 
  • Registro Administrativo de Nascimento Indígena (RANI) – somente se a pessoa for indígena.

Caso não tenha um ou mais documentos desses, o interessado deve ir no CRAS de toda forma com a documentação que tem em mãos. 

 

Leia Também