Homens solteiros também podem receber o Bolsa Família?

Para receber o Bolsa Família, é necessário que os brasileiros se enquadrem nos critérios estabelecidos pelo Governo Federal. Saiba quem pode contar com o benefício.

O Bolsa Família é um dos benefícios sociais mais conhecidos do país atualmente. Afinal de contas, mais de vinte milhões de brasileiros são atendidos pelo programa, de acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). Vale salientar que a iniciativa governamental tem finalidade de ajudar a população em situação de vulnerabilidade social do país. Todos os meses, os beneficiários podem contar com um valor.

Desde que o Bolsa Família foi retomado, existem muitas dúvidas a respeito do pagamento. Uma delas é sobre quem pode receber. Como o próprio nome do benefício já diz, é destinado às famílias brasileiras. Por essa razão, muitos desejam saber se homens solteiros podem contar com o benefício. Continue lendo esta matéria para saber o que a lei diz sobre esse público receber a transferência de renda.

Bolsa_Família_61
Saiba quem pode receber o Bolsa Família – Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Quem é homem solteiro pode receber o Bolsa Família? Entenda

Antes de mais nada, é importante deixar claro quais são as regras do Governo Federal para quem quer receber o Bolsa Família. Conforme já mencionado, neste ano, o MDS retomou o programa. E com isso, surgiram algumas mudanças. O CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal) continua a ser a porta de entrada para o benefício. Agora, as famílias com renda de até R$ 218 mensais per capita (por pessoa) podem ter acesso ao pagamento.

Ou seja, é necessário dividir  os rendimentos de todos os integrantes da família e dividir pelo número de membros, mesmo os que ainda não possuem renda. Se o valor da conta for menor do que R$ 218, a família está apta a receber o programa. Caso a pessoa more sozinha, então, ela deve ter uma renda de até R$ 218. 

Na lei, não há nenhum impeditivo para homens solteiros receberem o benefício. Nesse caso, eles entram como unipessoais. A categoria é usada para denominar brasileiros e brasileiras que recebem a transferência de renda, mas moram sozinhas. No entanto, é importante salientar que neste ano, o MDS publicou uma nova regra da transferência de renda. 

As prefeituras só podem destinar 16% dos recursos totais do Bolsa Família para os unipessoais. Na prática, menos brasileiros poderão se enquadrar na categoria. A medida foi anunciada após uma verificação do CadÚnico, em que foram constatados milhões de brasileiros recebendo o benefício de forma indevida.

Portanto, homens solteiros podem receber a transferência de renda. Mas, é necessário ficar atento ao tempo na fila de espera. 

Veja também: AUMENTOU: Bolsa Família de outubro será maior do que no mês anterior; veja detalhes e saiba quando receber

Afinal, qual é o valor do benefício? 

O Bolsa Família é de, ao menos, R$ 600. As famílias unipessoais podem receber, apenas, este valor da transferência de renda. No entanto, as famílias com cinco pessoas ou mais, recebem R$ 142 per capita. Enquanto isso, brasileiros que tenham filhos de até seis anos de idade, podem receber R$ 150 por criança nesta faixa etária. E por fim, existe um adicional de R$ 50 para crianças de sete a 18 anos de idade, gestantes e lactantes. 

Veja também: Do que se trata a parcela de R$ 1,8 MIL do Bolsa Família? Todos poderão receber?