Herdeiros podem retirar dinheiro esquecido nos bancos? Saiba como!

O Sistema de Valores a Receber (SVR) do Banco Central foi lançado mais uma vez. A segunda versão conta com uma novidade

Depois de muito tempo, o Banco Central do Brasil (BC), finalmente reabriu a consulta de dinheiro esquecido pelo Sistema de Valores a Receber (SVR). Como o nome sugere, trata-se de uma ferramenta usada para que as pessoas possam consultar se possuem algum dinheiro perdido no banco. Muitos brasileiros, então, desejam saber se os herdeiros podem usar o sistema. 

O Banco Central já se posicionou sobre o tema. De acordo com o órgão, há sim com herdeiros ou representantes legais usarem o SVR. Contudo, o procedimento pode conter algumas diferenças com quem vai consultar o próprio valor. A segunda fase do SVR foi lançada nesta terça-feira (28) e uma das novidades é em relação aos representantes legais. 

Continue lendo esta matéria para saber como os herdeiros podem fazer a consulta no SVR. 

Herdeiros-podem-retirar (1)
herdeiros podem usar o SVR – Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Os herdeiros podem consultar o SVR? Entenda

Antes de tratar sobre os herdeiros, é importante explicar o que é o SVR. Como já dito antes, trata-se de uma ferramenta criada pelo Banco Central para a consulta de dinheiro esquecido. Os brasileiros podem fazer a consulta através do CPF ou CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica). A primeira fase ocorreu em 2022 e devolveu R$ 4 bilhões para os brasileiros. Agora, a estimativa do BC é que R$ 6 bilhões sejam recuperados. 

Cerca de 37 milhões de CPFs podem recuperar o dinheiro. Enquanto isso, o número de CNPJs é de 2 milhões, de acordo com os dados do BC. As fontes de recursos são variadas e podem ser de contas poupança já encerradas, por exemplo.

A estimativa era de que a segunda fase fosse lançada no final de 2022. Contudo, a greve dos servidores do BC e a melhoria do programa adiaram esta data. O Banco Central liberou o SVR nesta terça-feira (28) às 10 horas da manhã. O montante que vai ser liberado diz respeito a recursos de pessoas vivas e já falecidas. 

Por essa razão, os herdeiros podem sim fazer a consulta. Assim como a consulta própria, o procedimento é feito no site do Banco Central, com o CPF da pessoa. É importante salientar para os riscos de golpes. Muitas vezes, são oferecidas formas de fazer a consulta, através de e-mails ou telefones. 

O Banco Central emitiu um comunicado dizendo que não liga para os brasileiros e nem entra em contato por e-mail. Dessa forma, a única forma de consultar o Sistema de Valores a Receber é pelo site. O mesmo é válido para herdeiros. 

Veja também: Isenção do Imposto de Renda vai BENEFICIAR mais de 13 milhões de brasileiros; descubra se você também é um dos sortudos

Afinal, como posso fazer a consulta? 

Para fazer a consulta, basta entrar no site do Banco Central, por meio deste link: https://www.bcb.gov.br/meubc/valores-a-receber. Dessa forma, o brasileiro precisa informar o seu CPF, ou da pessoa falecida se for o caso. Mas, os herdeiros só poderão fazer o saque a partir do dia 7 de março. Portanto, a consulta está liberada, mas o saque ainda não pode ser feito. 

Veja também: Seguro-desemprego tem tabela reajustada: descubra QUANTO é possível receber do seguro a partir de agora