Guia do NOVO AUXÍLIO EMERGENCIAL 2021: 10 Principais DÚVIDAS – Valores, Quantas pessoas podem receber, Vou perder o Bolsa Família e muito mais…

Vinicius Colares
Atualizado Hoje!

Guia do NOVO AUXÍLIO EMERGENCIAL 2021: Confira quais são as principais perguntas e respostas sobre o Novo Auxílio Emergencial!

A Medida Provisória (MP nº 1.039/21) foi finalmente lançada pelo Governo Federal. Para facilitar a sua vida, a nossa redação destrinchou o documento e montou uma reportagem especial com o melhor Guia do Novo Auxílio Emergencial 2021

Confira quais são as 10 principais questões sobre a prorrogação do benefício e saiba quando você vai começar a receber. Evite qualquer problema e saiba exatamente como fazer a consulta do benefício. 

Guia do NOVO AUXÍLIO EMERGENCIAL 2021
Imagem: Divulgação

1. Quem vai receber o Auxílio Emergencial em 2021?

Vamos começar falando sobre quem vai receber o novo Auxílio Emergencial em abril. De acordo com o Governo Federal, serão um total de 46 milhões de brasileiros e brasileiras recebendo os pagamentos. 

Como aconteceu no ano passado, o foco é para pessoas em situação de desemprego e trabalhadores informais. Confira como ficou a lista de pessoas que vão receber o novo Auxílio Emergencial:

  • Quem já recebeu o Auxílio Emergencial em 2020;
  • Trabalhadores informais e/ou beneficiários do Bolsa Família;
  • Pessoas com renda familiar mensal de, no máximo, três salários mínimos (R$ 3.300);
  • Pessoas com renda familiar por pessoa de, no máximo, meio salário mínimo (R$ 550);
  • Quem não recebe recursos financeiros de benefício previdenciário, assistencial ou trabalhista (ou de programa de transferência de renda federal), com exceção do Abono-Salarial PIS/PASEP e o Bolsa Família.

2. Beneficiários do Bolsa Família vão receber o novo Auxílio? 

Sim! Todos os beneficiários do Bolsa Família que estão de acordo com os outros pré-requisitos de renda vão receber o novo Auxílio Emergencial normalmente. Os pagamentos vão acontecer como em 2020. 

O que isso quer dizer é que quem recebe Bolsa Família vai ficar com o valor maior entre os benefícios. Por exemplo: 

  • Uma pessoa que recebe R$ 89,00 do Bolsa Família e é aprovada para receber o Auxílio Emergencial vai receber o valor maior (do Auxílio) pelos próximos quatro meses. 

3. Como vai ser o Cadastro do novo Auxílio Emergencial

Outra questão muito comum é sobre como fazer o cadastro do novo Auxílio Emergencial. Mas atenção: NÃO vai ser feito um novo processo de cadastramento do benefício. O Governo Federal vai usar os dados que foram processados no ano anterior. 

Ou seja, não vai ter novo período de inscrições do Auxílio em 2021: quem recebe são apenas aqueles que fizeram o cadastro em 2020. Portanto, você deve apenas fazer a atualização do Caixa Tem para não ter problemas nos pagamentos. 

Saiba como atualizar o Caixa Tem para receber o Auxílio Emergencial!

4. Quantas parcelas vão ser pagas do Novo Auxílio? Quais os valores?

Mas então: o novo Auxílio Emergencial vai ter quantas parcelas? A Medida Provisória (MP) confirmou um total de quatro pagamentos que serão disponibilizados entre os meses de abril e julho. 

Confira como ficou a tabela de valores do Auxílio em 2021:

  • Parcela padrão (média):  R$ 250,00; 
  • Pessoas que moram sozinhas sem dependente: R$ 150,00.
  • Mulher chefe de família (do Bolsa Família ou não): R$ 375,00.

Auxílio Emergencial vai ter quantas parcelas

5. Quantas pessoas da minha família podem receber o Auxílio Emergencial?

Outra novidade da atual Medida Provisória diz respeito à quantas pessoas da família podem receber o Auxílio Emergencial. Quando foi lançado o benefício podia ser solicitado para mais de uma pessoa da mesma unidade familiar. 

Agora só uma pessoa por família pode receber o Auxílio Emergencial. A preferência é sempre de mulheres acima de 16 anos. 

6. Quem não atualizou o Caixa Tem vai receber o Auxílio Emergencial?

A Caixa Econômica Federal confirmou que mesmo quem não atualizou o Caixa Tem vai receber o Auxílio Emergencial normalmente (se estiver dentro dos pré-requisitos). Ou seja, não é obrigatório o serviço de atualizar os dados. 

A recomendação de especialistas, porém, é que você busque atualizar o cadastro do Caixa Tem para evitar fraudes com seu nome. O processo é feito rapidamente através do botão ‘Atualize seu cadastro’ ou ‘Cliente TOP’ no aplicativo. 

7. Se receber Auxílio Emergencial vou ter o Bolsa Família cancelado?

Não. Quem os beneficiários do Bolsa Família que receberam os pagamentos em 2020 vão receber o novo Auxílio normalmente e não vão ter problemas no seu cadastro. Os valores serão distribuídos em quatro parcelas e depois disso os beneficiários voltam a receber as mensalidades padrão. 

8. Quando vai começar o pagamento do novo Auxílio Emergencial?

De acordo com o Governo Federal, os novos pagamentos do Auxílio vão começar em abril de 2021. As datas exatas vão ser disponibilizadas pela Caixa Econômica Federal para todos os beneficiários. 

IMPORTANTE: o calendário do Auxílio Emergencial em abril para quem recebe Bolsa Família já está disponível. Os beneficiários do programa do Governo vão receber de acordo com o cronograma regular a partir do dia 16.

Confira quando esse grupo vai receber em abril:

  • Número NIS final 1 – 16 de abril;
  • Número NIS final 2 – 19 de abril;
  • NIS final 3 – 20 de abril;
  • NIS final 4 – 22 de abril;
  • Final 5 – 23 de abril;
  • Final 6 – 26 de abril;
  • Final 7 – 27 de abril;
  • 8 – 28 de abril;
  • 9 – 29 de abril;
  • 0 – 30 de abril.

9. MP Auxílio Emergencial Como acessar

Então como acessar a MP do Auxílio Emergencial 2021? Para quem ainda não viu, a Medida Provisória nº 1.039/2021 já foi publicada e agora todos os brasileiros podem conferir os detalhes da prorrogação. 

Para acessar a MP do novo Auxílio Emergencial, acesse o site do Governo Federal:

https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/medida-provisoria-n-1.039-de-18-de-marco-de-2021-309292254

10. Quem NÃO vai receber o Auxílio Emergencial em 2021

Por fim, é importante também conferir a lista de quem não vai receber o novo Auxílio Emergencial. O documento oficial traz detalhes sobre aquelas pessoas que vão ficar de fora dos depósitos das quatro parcelas. 

Confira os grupos de pessoas que não vão receber o Auxílio em abril:

  • Pessoas com menos de 18 anos – menos mães adolescentes;
  • Presidiários;
  • Quem teve rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2019;
  • Quem contava em 31 de dezembro de 2019 com a posse ou a propriedade de bens ou direitos  de valor total superior a R$ 300 mil;
  • Cadastrados que estavam com o auxílio emergencial 2020 com caráter cancelado no sistema no momento da nova análise;
  • Beneficiários de bolsas de estudo, estagiários e similares, residentes médicos, multiprofissionais; entre outros. 

Para conferir a versão completa da lista de quem está proibido de receber o Auxílio, acesse: https://pronatec.pro.br/lista-de-quem-nao-pode-receber-o-auxilio-emergencial/

 

Leia Também