Guia do Bolsa Família: saiba tudo sobre os valores EXTRAS, calendário de pagamento e últimas atualizações

Fique por dentro de cinco principais fatores em torno do programa social, que voltou a ser o principal benefício pago às famílias de baixa renda no Brasil. Conheça quais são!

Desde que Luiz Inácio Lula da Silva (PT) assumiu a presidência do Brasil, muito tem se discutido sobre o Bolsa Família. Isso porque o petista prometeu durante a campanha que o programa voltaria e ficaria no lugar do Auxílio Brasil. Diante destas dúvidas, há um guia do Bolsa Família para que você saiba tudo sobre o programa, desde os valores até as datas de pagamento.

Ademais, é importante destacar que o Bolsa Família é o principal programa do governo federal. Atualmente, mais de 21 milhões de pessoas recebem o benefício a cada mês. Entretanto, espera-se que esse número possa diminuir ao longo do ano. Neste guia, vamos explicar o porquê.

Guia do Bolsa Família: saiba tudo sobre os valores EXTRAS, calendário de pagamento e últimas atualizações
Confira tudo o que se sabe até o momento sobre o Bolsa Família Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Pagamento do benefício já começou?

Sim, neste mês o pagamento do Bolsa Família começou no dia 18 de janeiro e seguirá até o dia 31. Assim como foi com o Auxílio Brasil, o dígito final do Número de Identificação Social (NIS) é o que determina a data de pagamento do benefício. Estes números vão de um a zero.

Contudo, os beneficiários recebem a parcela de R$ 600 de segunda a sexta-feira. A Caixa Econômica Federal não realiza os pagamentos nos sábados e domingos.

Veja também: Meu cartão do Bolsa Família não chegou: posso usar o do Auxílio Brasil para sacar o benefício?

Guia do Bolsa Família: saiba tudo sobre a volta do programa

Confira agora cinco importantes fatores sobre o Bolsa Família. O primeiro deles é o valor da parcela. Em dezembro, o Congresso Nacional aprovou a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Transição. Foi determinado no documento que a parcela ficaria em R$ 600 no ano de 2023.

Entretanto, é importante ressaltar que o valor original do Auxílio Brasil era de R$ 400. Todavia, em agosto do ano passado o governo aprovou uma medida provisória para elevar esta quantia para R$ 600. Como promessa de campanha, Lula decidiu manter o valor do benefício em R$ 600, que foi aprovado na PEC. Porém, para que acontecesse esta aprovação foi liberado um espaço de R$ 145 bilhões fora do teto de gastos.

Ademais, o segundo ponto destacado é sobre o valor médio do benefício. Em janeiro, o pagamento médio foi de R$ 614,21. Mas, por que isso acontece? É que há alguns benefícios adicionais que podem elevar a quantia para algumas famílias.

Além disso, ainda há os cartões do Bolsa Família. Durante o ano de 2022, o governo de Jair Bolsonaro (PL) distribuiu mais de oito milhões de cartões do Auxílio Brasil aos beneficiários do programa. Estes cartões continuarão funcionando normalmente, apesar da mudança de nome.

Outra importante mudança foi o anúncio do valor adicional de R$ 150. Esta quantia será paga às famílias que têm crianças com até seis anos de idade na composição familiar. Entretanto, esse pagamento só irá começar em março.

Por fim, o Ministério do Desenvolvimento Social anunciou que será realizado um pente-fino nos cadastros ativos dos beneficiários do Bolsa Família. Desta forma, o número de beneficiários poderá mudar nos próximos meses. O objetivo é identificar alguma irregularidade.

Saiba mais: Parcela do Bolsa Família será ANTECIPADA para estes grupos; saiba mais