Governo Lula vai conseguir ISENÇÃO do Imposto de Renda para ESTE grupo de brasileiros

Em sua campanha eleitoral, Lula (PT) prometeu atualizar a tabela de alíquotas do IR. O ministro da Fazenda defende Reforma Tributária no país.

O Imposto de Renda sobre Pessoa Física (IRPF) é um tributo federal pago por muitos brasileiros. Todos os anos, os contribuintes devem realizar a declaração da Receita Federal. Assim, o órgão consegue saber qual é a renda de cada pessoa. O IR é pago conforme a faixa de renda do cidadão. Quanto mais ele recebe, maior a alíquota.

Embora a alíquota seja progressiva, o país é conhecido como um dos que mais cobram impostos no mundo. O grupo mais prejudicado é o de pessoas de baixa renda, uma vez que a tabela do Imposto de Renda não é reajustada há anos. Estima-se uma defasagem de mais de 100%. 

Em sua campanha, Lula (PT), prometeu isentar um grupo de pagar o IR. Continue lendo esta matéria para saber quem não precisará pagar o Imposto de Renda em 2023. 

para-ESTE-grupo-para-ESTE-grupo
A nova gestão governamental (PT) pretende atualizar a tabela de alíquotas do Imposto de Renda em 2023 – Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Lula quer isenção do Imposto de Renda? Entenda 

Antes de mais nada é importante explicar sobre a tabela de imposto de renda no país. Conforme já dito antes, a alíquota é maior para quem recebe mais. Contudo, ela não é atualizada desde 2015 quando Dilma Rousseff (PT) era a presidente do país. Desde aquele ano, quem recebe até R$ 1903,98 não paga IR. 

Em 2015, o salário-mínimo era de R$ 880,00. Atualmente, o piso nacional é de R$ 1302,00. De acordo com Unafisco Nacional (Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal), há defasagem de 147,87%. Em 2015, R$ 1903,98 valia muito mais do que hoje em dia. Caso a tabela fosse atualizada, de acordo com a inflação, a renda para isenção do IR seria de até R$ 4719,34. 

Atualmente, quem recebe cerca de um salário-mínimo e meio precisa pagar imposto de renda. Em 2018, Jair Bolsonaro (PL) prometeu atualizar a tabela, mas não o fez. Nas últimas eleições, ambos os candidatos admitiram que a tabela precisa ser atualizada. Lula (PT), prometeu que acabaria com a defasagem. 

Contudo, até o momento não anunciou nenhuma medida para atualizar a tabela do IR. Em seu discurso, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, admitiu que o país precisa de uma Reforma Tributária. A nova gestão governamental pretende apresentar detalhes da Reforma em breve. 

Em relação a atualização de alíquotas do IR, nenhuma proposta foi apresentada. A expectativa, no entanto, é de que novas mudanças sejam anunciadas em breve. Ainda não há detalhes se a atualização irá abranger toda a defasagem. Em sua campanha para presidente da República em 2018, Haddad prometeu isentar quem recebe até cinco salários-mínimos. Ou seja, até cerca de R$ 6,6 mil. 

Veja também: ATUALIZAÇÃO sobre o aumento do salário mínimo: o que pode acontecer? 

Confira a tabela atual 

  • Pessoas que recebem até R$ 1903,98 estão isentas; 
  • Pessoas que recebem entre R$ 1903,99 e R$ 2826,65 pagam uma taxa de 7,5%;
  • Pessoas que recebem entre R$  2826,66 e R$ 3.751,05  pagam uma taxa de 7,5%;
  • Pessoas que recebem entre R$ 3.751,06 e R$ 4664,68 pagam uma taxa de 7,5%;
  • Por fim, pessoas que recebem a partir de R$ 4664,69 pagam uma taxa de 27,50%. 

Veja também: URGENTE: Governo Lula anuncia programa de parcelamento extraordinário de dívidas, confira