Governo libera novo adicional do Bolsa Família; veja quem pode receber R$ 300

Governo libera adicional de R$ 300 no Bolsa Família; benefício visa apoiar famílias vulneráveis em abril de 2024. Confira a elegibilidade.

Em abril de 2024, o governo brasileiro implementa uma medida de apoio significativa ao Bolsa Família, com um adicional de R$ 300 destinado a fortalecer o suporte às famílias vulneráveis. 

Este adicional busca atender às necessidades emergenciais dessas famílias, contemplando aqueles com critérios específicos de elegibilidade, como a presença de crianças pequenas. 

Este artigo detalha quem tem direito ao benefício adicional, como ele é calculado e as datas previstas para os pagamentos, proporcionando um panorama claro desta importante iniciativa social.

Governo libera novo adicional do Bolsa Família; veja quem pode receber R$ 300
Saiba quem pode receber o novo auxílio do Bolsa Família – Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Adicional de R$ 300 no Bolsa Família: o que você precisa saber

O governo brasileiro anunciou uma medida de apoio social impactante: o adicional de R$ 300 no Bolsa Família para o mês de abril de 2024. 

Este aumento temporário visa reforçar o suporte às famílias mais vulneráveis em um período de necessidades crescentes. 

Este artigo explora os detalhes dessa novidade, quem se qualifica para recebê-la, e como os pagamentos serão organizados.

Quem recebe o adicional?

Não todas as famílias cadastradas no Bolsa Família serão elegíveis para o adicional de R$ 300. 

A elegibilidade para esse benefício depende de vários fatores, incluindo a composição da família e a presença de membros que se enquadram em categorias específicas. 

Por exemplo, famílias com crianças menores de seis anos podem receber o benefício ‘primeira infância’, adicionando R$ 150 por criança ao montante mensal, permitindo a algumas famílias atingir o adicional total de R$ 300.

Como os benefícios do Bolsa Família são calculados?

O Bolsa Família já estabelece um pagamento base de R$ 600 para todas as famílias beneficiárias, que serve para cobrir necessidades básicas como moradia, alimentação e saúde. 

Esse valor pode ser incrementado através de benefícios adicionais destinados a gestantes, lactantes, famílias com crianças pequenas e adolescentes. 

Por exemplo, além do benefício ‘primeira infância’, há o benefício variável nutriz, que fornece R$ 50 extras por mês para mães em período de lactação até que o bebê complete seis meses.

Confira a lista completa:

  • Benefício de Renda de Cidadania (BRC): R$ 142 por pessoa na família.
  • Benefício Complementar (BCO): Garante que todas as famílias beneficiadas recebam no mínimo R$ 600.
  • Benefício Extraordinário de Transição (BET): Assegura que nenhum beneficiário receba menos do que o previsto pelo programa anterior, Auxílio Brasil, até maio de 2025.
  • Benefícios de R$ 50 específicos para crianças e gestantes, visando fortalecer o suporte às fases críticas de desenvolvimento.
  • Por fim, BPI (Benefício Primeira Infância) de R$ 150 para crianças de até seis anos de idade. 

Veja também: Quanto tempo o Bolsa Família demora para APROVAR o cadastro? Confira detalhes!

Calendário de pagamentos de abril

O calendário de pagamentos para abril de 2024 já foi divulgado pelo governo, com os pagamentos organizados de acordo com o último dígito do número de identificação social (NIS) dos beneficiários. 

O cronograma inclui datas específicas para cada grupo, começando em 17 de abril para aqueles com NIS final 1, e terminando em 30 de abril para os com NIS final 0. 

Este esquema facilita a organização e permite que as famílias planejem melhor suas finanças. Confira. 

  • NIS final 1: 17 de abril
  • NIS final 2: 18 de abril
  • NIS final 3: 19 de abril
  • NIS final 4: 22 de abril
  • NIS final 5: 23 de abril
  • NIS final 6: 24 de abril
  • NIS final 7: 25 de abril
  • NIS final 8: 26 de abril
  • NIS final 9: 29 de abril
  • NIS final 0: 30 de abril

Veja também: Perdeu o cartão do Bolsa Família? Veja como SOLICITAR a 2ª via e sacar SEM ele