Governo inclui HOJE (30) novos grupos de beneficiários ao Pé-de-Meia; veja se VOCÊ pode receber!

Milhares de novos jovens terão a chance de participar do Pé-de-Meia, que estava restrito apenas para quem recebia o Bolsa Família.

Nesta segunda-feira (29), o Ministério da Educação dá continuidade à liberação dos pagamentos do programa Pé-de-Meia, importante benefício para jovens de baixa renda.

Este importante auxílio é destinado a estudantes do ensino médio em situação de vulnerabilidade social, garantindo um suporte financeiro fundamental para a continuidade de seus estudos. Acompanhe.

Precisando de um dinheirinho extra? Veja como participar do Pé-de-Meia e garanta uma renda a mais!
Precisando de um dinheirinho extra? Veja como participar do Pé-de-Meia e garanta uma renda a mais! / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Como funciona o Pé-de-Meia?

Este programa tem um calendário específico para liberação dos pagamentos, baseado no mês de nascimento dos estudantes.

O calendário completo inclui datas estipuladas para cada grupo, assegurando que todos os beneficiários tenham acesso ao seu dinheiro de maneira organizada.

Não perca: Participantes do Pé-de-Meia têm inscrição gratuita no Enem e ainda ganham dinheiro ao participar

Calendário de pagamentos do Pé-de-meia

  • 25/4: nascidos em janeiro e fevereiro;
  • 26/4: nascidos em março e abril;
  • 29/4: nascidos em maio e junho;
  • 30/4: nascidos em julho e agosto;
  • 02/5: nascidos em setembro e outubro;
  • 03/5: nascidos em novembro e dezembro.

Não é necessário sair de casa para movimentar o dinheiro do Pé-de-meia.

Tudo pode ser feito através do aplicativo Caixa Tem (https://bit.ly/3vUf5fo), que permite transferências, PIX e até mesmo a geração de códigos para saques, facilitando a vida dos estudantes.

Detalhando os valores de pagamento

Originalmente, o Ministério da Educação destinou R$ 20 bilhões para estabelecer um fundo que financiará o programa Pé-de-Meia.

Desse montante, R$ 13 bilhões provêm do superávit do fundo social gerado pela venda de petróleo, gás natural e outros hidrocarbonetos entre 2018 e 2023.

O pagamento dos benefícios será realizado em etapas, distribuídos da seguinte maneira:

  • Incentivo para matrícula, com um valor anual de R$ 200;
  • Incentivo de frequência, com um valor anual de R$ 1.800 (excepcionalmente R$ 1.600 neste ano);
  • Incentivo para conclusão do ano letivo, com um valor anual de R$ 1.000;
  • Incentivo para o Enem, em uma parcela única de R$ 200.

No que se refere ao incentivo de frequência, o valor total de R$ 1.800 será distribuído em nove parcelas mensais ao longo do ano. Este ano, contudo, o incentivo será concedido em oito parcelas, somando R$ 1.600.

Saiba mais: Caixa emite ALERTA para beneficiários do Pé-de-Meia: cuidado para não cair em GOLPES!

Critérios de elegibilidade para o Pé-de-Meia

Para ser beneficiário do Pé-de-Meia, o estudante deve:

  • Estar em situação de baixa renda;
  • Estar matriculado no ensino médio em escolas públicas;
  • Fazer parte do Cadúnico.

O CadÚnico é um registro que identifica famílias em vulnerabilidade social e é utilizado pelo governo federal para a seleção de beneficiários de diversos programas sociais.

Condições para manter o benefício

Os estudantes precisam cumprir algumas condições para continuar recebendo o auxílio:

  • Manter uma frequência escolar de pelo menos 80%;
  • Matricular-se no início de cada ano letivo;
  • Ser aprovado no final do ano letivo;
  • Participar de avaliações como o Saeb, Enem, entre outras pertinentes ao ensino médio.

Expansão do Pé-de-Meia

Recentemente, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva anunciou uma expansão do Pé-de-meia.

A linha de corte, que inicialmente incluía apenas beneficiários do Bolsa Família, foi ampliada para abranger todos os inscritos no CadÚnico.

Com isso, espera-se que mais 1,2 milhão de estudantes sejam incluídos no programa, aumentando significativamente o alcance e o impacto dessa iniciativa.

O programa Pé-de-meia não apenas fornece suporte financeiro aos estudantes, mas também promove a permanência na escola e o sucesso educacional.

Com as recentes ampliações, mais estudantes terão a chance de transformar suas vidas através da educação.

Acompanhe o calendário e certifique-se de aproveitar todos os benefícios que este programa tem a oferecer!

Acompanhe mais: Abrir um MEI te exclui do Bolsa Família de forma AUTOMÁTICA? Entenda as regras

Conheça o ID Jovem: Benefícios e Como Acessar

O programa Identidade Jovem (ID Jovem) é uma iniciativa social voltada para jovens brasileiros de baixa renda, entre 15 e 29 anos, com renda familiar de até dois salários mínimos.

Promovido o governo federal, o ID Jovem oferece benefícios significativos, como meia-entrada em eventos artístico-culturais e esportivos, além de garantir vagas gratuitas ou com desconto em transportes coletivos interestaduais.

Este programa é fundamentado no Estatuto da Juventude e visa fortalecer os direitos dos jovens. Para mais informações sobre como se beneficiar do ID Jovem, os interessados podem acessar o site oficial do governo.