Governo divulga mudanças SURPREENDENTES no Encceja: conheça as novas regras

O Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (ENCCEJA) será aplicado em breve e o governo realizou algumas alterações para a edição da prova deste ano.

O Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (ENCCEJA) se caracteriza enquanto uma prova voluntária e gratuita que tem o objetivo de conceder certificados de conclusão para o Ensino Fundamental e também o Ensino Médio. 

O Encceja é voltado para as pessoas que não tenham concluído os estudos durante a idade escolar considerada adequada para jovens e adultos que residem no Brasil, no exterior e a prova é voltada ainda para os detentos. Para realizar o exame, é necessário ter pelo menos 15 anos de idade, no caso do certificado do Ensino Fundamental e idade mínima de 18 anos para o certificado do Ensino Médio. 

Nos últimos dias, o governo anunciou algumas mudanças para o Encceja e as pessoas que desejam realizar a prova este ano devem ficar atentas. Portanto, confira a seguir o que mudou!

Governo promove novas regras para o Encceja. Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Governo promove mudança para o Encceja

Nesta terça-feira (18), a Secretaria da Educação (Sedu) publicou no Diário Oficial do Estado uma resolução que diz respeito à utilização dos resultados do Exame Nacional de Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) para receber o certificado de Ensino Fundamental ou Ensino Médio. Dessa forma, a resolução fala sobre a relação do exame deste ano, assim como sobre a declaração de proficiência. 

Para ter acesso ao certificado, é necessário que o candidato atenda a alguns critérios, como os seguintes:

  • Ter pelo menos 15 anos de idade completos para poder realizar o Encceja 2023 e ter acesso ao certificado do Ensino Fundamental;
  • Ter pelo menos 18 anos de idade completos na data de realização do exame do Encceja 2023 para obter o certificado de conclusão do Ensino Médio;
  • Alcançar pelo menos 100 pontos em cada uma das áreas de conhecimento. 

Os participantes que tiverem interesse no certificado de conclusão do Ensino Fundamental ou Ensino Médio ou então na declaração de proficiência precisam, ao realizar a sua inscrição no exame, adentrar no site da Instituição Certificadora do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) (gov.br/inep).

Confira também: Apoio financeiro URGENTE: governo BATE O MARTELO e estes brasileiros receberão PAGAMENTO ANTECIPADO

Saiba mais sobre o Encceja!

O Encceja é uma prova promovida pelo Inep e foi criado em 2002. No começo, o objetivo da prova era avaliar os participantes que não estavam frequentando as escolas de forma regular e desejavam obter o certificado. 

No entanto, em 2009, o Inep transferiu essa função para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), utilizando o mesmo critério anterior, onde o participante deveria obter nota superior a 450 pontos em cada uma das provas objetivas e mais 500 pontos na redação para conseguir obter o certificação de conclusão do Ensino Médio. Diante disso, o Encceja passou a ser restrito somente para os brasileiros que estavam no exterior. 

Em 2017, o MEC (Ministério da Educação) decidiu adotar o Encceja novamente para que os brasileiros pudessem obter o certificado de conclusão do Ensino Fundamental e Médio. O motivo para isso é porque o Enem passou a ser usado como porta de entrada para o ensino superior. 

Saiba mais: Brasileiros podem estudar GRATUITAMENTE na Universidade de Londres: veja como se INSCREVER