Governo vai pagar R$ 112,00 EXTRA para alguns beneficiários do Bolsa Família: descubra se você TAMBÉM tem direito

O Governo Federal informou recentemente que está se preparando para fornecer um novo extra aos cidadãos brasileiros que fazem parte da folha de pagamentos do Bolsa Família.

O Bolsa Família 2023 está sendo um dos assuntos mais comentados do momento por grande parte dos cidadãos brasileiros. Isso porque, a volta do programa faz parte de uma das promessas eleitorais realizadas pelo atual presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Mais especificamente, além de trazer o programa de volta, Lula ainda prometeu uma reestruturação do benefício, que agora, conta com maiores valores e parcelas elevadas, a depender da situação de cada beneficiário que faz parte da folha de pagamentos do programa.

Neste sentido, além do aumento da parcela e da concessão de três novos adicionais, o Governo Federal anunciou recentemente que está trabalhando para fornecer mais um extra aos beneficiários. Esse extra deverá ser ofertado muito breve.

Assim, vale entender do que se trata o possível extra fornecido pelo Governo e quem poderá recebê-lo.

Novo extra
Aumento nas parcelas / Imagem: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Governo fornecerá extra do Bolsa Família

Antes de mais nada, para que seja possível entender de forma mais clara qual a origem do novo extra do Bolsa Família, é de suma importância compreender quais são as principais mudanças que fazem parte da reestruturação propostas à volta do beenfício.

Bem, como mencionado anteriormente, além de trazer o benefício do Bolsa Família de volta, Lula ainda realizou diversas mudanças quanto à estrutura do programa. Agora, as parcelas fixas do benefício serão ofertadas no valor de R$ 600. Além disso, esse será o novo valor mínimo.

Melhor dizendo, nenhum beneficiário do Bolsa Família poderá receber parcelas inferiores aos R$ 600 ofertados. Isso porque, Lula também irá fornecer três novos adicionais para aqueles que fazem parte da folha de pagamentos do programa. São eles:

  • Cada gestante poderá contar com uma parcela extra de R$ 50;
  • Cada jovem de até 18 anos de idade poderá contar com uma parcela extra de R$ 50
  • Cada criança de até 6 anos de idade poderá contar com uma parcela extra de R$ 150.

O novo pagamento, assim como a concessão dos adicionais em questão, serão ofertados a partir desse mês de março.

Veja também: Contratos Temporários do Bolsa Família são LIBERADOS? Veja como vai funcionar

E as parcelas adicionais de R$ 112?

Além de todos os adicionais propostos para o novo Bolsa Família, as alterações propostas por Lula não param por aí. Melhor dizendo, como muitos sabem, é possível acumular o Bolsa Família com outros benefícios dispostos através do sistema do Cadastro Único, o CadÚnico.

Em razão disso, o CadÚnico também é responsável por ofertar o Vale-Gás, benefício que tende a fornecer parcelas bimestrais para que os cidadãos brasileiros possam ter acesso ao botijão de gás de 13 kg. O benefício é extremamente importante, visto que o gás de cozinha é visto como essencial para os seres humanos.

Desse modo, como dito, o repasse acontece de forma bimestral, ou seja, a cada dois meses. Além disso, Lula também autorizou o repasse integral do benefício, isto é, as parcelas deverão custear 100% o valor do botijão de gás de 13 kg, de acordo com a ponderação realizada pela ANP (Agência Nacional de Petróleo).

Assim, todos aqueles que recebem até meio salário mínimo por membro da família e/ou contam com o recebimento do BPC (Benefício de Prestação Continuada), poderão contar com uma parcela extra de R$ 112 durante o mês de abril.

Por fim, para receber o benefício, é de suma importância estar com os dados plenamente atualizados no sistema do CadÚnico.

Veja também: Atualização cadastral do Bolsa Família acontece EM BREVE: o que o beneficiário precisa fazer?