Formas de PAGAMENTO do Bolsa Família: Diferenças no Benefício!

Vinicius ColaresVinicius Colares
Atualizado Hoje!

Formas de PAGAMENTO do Bolsa Família – Entenda mais detalhes e saiba como funciona um dos principais programas do país!

Existem neste momento milhões de brasileiros e brasileiras que estão contando com ajuda do Governo Federal. Isso acontece através de benefícios e auxílios e é por isso que pode ser interessante conhecer as formas de pagamento do Bolsa Família

Para quem ainda não sabe, esse é o principal programa de ajuda à famílias pobres e de extrema pobreza no país. É através de benefícios concedidos por essa ação que muitos cidadãos conseguem ter a comida na mesa no fim do mês. 

Por isso vamos falar um pouco mais sobre como funciona exatamente o programa para milhões de beneficiários. Confira e saiba como quais são os valores disponíveis e os parâmetros para cada família. Entenda!

Formas de PAGAMENTO do Bolsa Família
Imagem: Divulgação/Ubirajara Machado/MDS

Pagamento Bolsa Família

Primeiramente é importante lembrar que não existe só uma forma de pagamento do Bolsa Família. É por isso que os valores recebidos por mês variam de acordo com cada família e de seus registros. 

Bolsa Família sem filas? Saiba como vai ser o programa após o Auxílio Emergencial!

O Bolsa Família paga uma soma de vários tipos de benefícios que cada família recebe. Ou seja, os valores vão variando de acordo com a composição de cada unidade familiar. São levados em conta detalhes como:

  • Número de pessoas; 
  • Idades; 
  • Presença de gestantes; 
  • Renda das famílias beneficiárias. 

Opções de pagamento do Bolsa Família

É importante, portanto, conhecer as opções de pagamento do Bolsa Família. Existe um valor específico fixo (de R$ 85,00) e outros valores que vão sendo adicionados de acordo com o perfil da família. 

Confira a seguir mais detalhes dos tipos de pagamentos que vão sendo adicionados na folha de pagamento do Bolsa Família:

  • Benefício básico do Bolsa Família: esse é o valor básico de R$ 85,00 voltado para famílias em extrema pobreza (que possuem renda mensal per capita de até R$ 85,00); 
  • Benefícios variáveis do Bolsa Família (adicional de R$ 39,00 em cada caso); 
    • Variável vinculado à criança ou adolescente (de 0 a 15 anos): para famílias com renda máxima de até R$ 170,00 por pessoa com crianças ou jovens; 
    • Variável vinculado à gestante: também para famílias com renda mensal de até R$ 170,00 per capita com uma gestante na unidade familiar; nesse caso são repassadas 9 parcelas para a família; 
    • Vinculado à nutriz: benefício dado para famílias com renda mensal de até R$ 170,00 por pessoa com crianças com idades entre 0 e 6 meses; a intenção é reforçar a alimentação do bebê (mesmo que não more com a mãe). São seis parcelas desde que a criança entre no CadÚnico até o sexto mês de vida. 

Como funciona o pagamento Bolsa Família

Por fim, para quem ainda não entendeu como funciona o Pagamento do Bolsa Família, vamos explicar mais detalhadamente. Os parâmetros que você deve lembrar são sempre aquelas variáveis citadas acima. 

Todas as famílias em situação de pobreza que fazer o cadastro no programa já recebem, no mínimo, o valor básico de R$ 85,00. Com isso são adicionados os benefícios de acordo com as pessoas da sua unidade familiar. 

Ou seja, se você possui uma gestante e uma criança de até 15 anos na sua família você irá receber o valor do Bolsa Família de: R$ 85,00 (básico) + R$ 39,00 (por criança/adolescente) + R$ 39,00 (pela gestante, por nove meses). O valor total, portanto, será de R$ 167,00. 

Cadastro Único libera 24 Benefícios aos Brasileiros em 2020: Confira todos os Auxílios que você pode receber!

 

Leia Também