Fim do CHIP de operadoras Tim, Vivo e Claro são obrigadas a popularizarem o SUBSTITUTO no Brasil

A Claro possibilita a conversão de chips físicos para eSIM em iPhones, oferecendo maior conveniência e segurança. Outras operadoras seguem o mesmo caminho.

Na era da tecnologia digital, onde cada detalhe conta para aprimorar nossa conectividade e segurança, a Claro inova ao permitir que seus clientes transformem o chip físico eSIM em iPhones. 

Esta atualização, integrada ao iOS 17.2, simplifica a vida do usuário, promovendo uma transição suave para a era digital sem complicações. 

Descubra neste artigo como a novidade funciona. E quais operadoras também aderiram à tecnologia. 

Fim do CHIP de operadoras Tim, Vivo e Claro são obrigadas a popularizarem o SUBSTITUTO no Brasil
Operadoras estão deixando de usar chip no celular – Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

A era digital avança: clientes da Claro podem agora converter chip físico para esim com novidade no iphone

Em um mundo cada vez mais conectado, a simplicidade e segurança nas comunicações móveis se tornam prioridades. 

A Claro, antenada às necessidades de seus clientes e às tendências tecnológicas, traz uma inovação que promete revolucionar a maneira como usamos nossos smartphones: a conversão do chip físico para o eSIM no iPhone. 

Essa novidade chega como um marco na jornada digital, oferecendo comodidade e uma série de benefícios para os usuários. Mas o que realmente muda com essa transformação? Vamos desvendar juntos.

Conectividade na palma da mão: como funciona a conversão para esim

Com a atualização para o iOS 17.2, os usuários de iPhone clientes da Claro podem agora, de maneira simples e rápida, converter seu chip físico SIM para o digital eSIM. 

Essa mudança representa um salto qualitativo na experiência do usuário, permitindo uma gestão mais eficiente e segura das conexões móveis. 

O processo é feito diretamente nos ajustes do iOS, sem a necessidade de aplicativos externos, destacando-se pela praticidade.

Passo a passo: a caminho do futuro digital

A conversão para eSIM é realizada em poucos passos dentro do próprio sistema iOS. Acessando o aplicativo “Ajustes”, o usuário deve selecionar “Celular” e então optar por “Converter para eSIM”. 

Após a autenticação via Face ID ou Touch ID, o eSIM é ativado, e o chip físico se torna obsoleto. 

Este método não apenas simplifica o uso do dispositivo como também abre caminho para um futuro onde a mobilidade e a segurança digital são protagonistas.

Veja também: FIM de serviço Tim, Claro e Vivo se unem para cravar alteração em serviços no Brasil

Não é só a Claro: outras operadoras também aderem ao eSim

O eSIM traz consigo uma série de vantagens que vão além da mera conveniência. Sua natureza integrada ao dispositivo aumenta a segurança, dificultando furtos e golpes relacionados ao uso de chips físicos. 

Além disso, permite aos usuários manter vários perfis de operadora em um mesmo aparelho, ideal para quem necessita de mais de um número de telefone ou plano de dados. 

O gerenciamento remoto desses perfis, sem a necessidade de trocas físicas, representa um avanço significativo na gestão de nossas conexões móveis.

O que é eSim?

O eSIM (Embedded SIM) é um chip virtual integrado à placa-mãe de smartphones, smartwatches e outros dispositivos. Ele substitui o tradicional chip físico nano SIM

Quais operadoras oferecem o chip virtual?

No Brasil, as três principais operadoras oferecem o chip virtual eSIM: Claro, TIM e Vivo. Cada operadora possui regras e procedimentos específicos para a ativação do serviço.

No entanto, apenas usuários do iPhone podem usar a tecnologia, por enquanto. 

O futuro é agora

A iniciativa das operadoras, permitindo a conversão para eSIM, reflete uma tendência global de digitalização e segurança em telecomunicações. 

Ao adotar essa tecnologia, a operadora não apenas simplifica a vida de seus clientes mas também lidera pelo exemplo na adoção de soluções inovadoras que prometem moldar o futuro das conexões móveis.

Veja também:  POLÊMICA e paralisação simultânea: Claro e Vivo com problemas sérios?