MILHARES de famílias podem ser cortadas do Auxílio Brasil: entenda o motivo!

Ministério da Cidadania promete rigor para averiguar cadastros para identificar fraudes e irregularidades

Recentemente, surgiu a notícia de que milhões de famílias podem ser cortadas do Auxílio Brasil. Isto porque o Ministério da Cidadania vai começar uma verdadeira limpa nos cadastros do programa em busca de alguma irregularidade ou fraude. Além disso, de acordo com a equipe de transição do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, esse ‘pente fino’ é importante para direcionar os recursos de forma correta. Para entender mais sobre esse processo, leia nossa matéria abaixo.

famílias cortadas auxílio brasil
Famílias monoparentais crescem no cadastro do Auxílio Brasil – Imagem: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Famílias podem ser cortadas do Auxílio Brasil

No último mês de novembro, o Ministério da Cidadania já havia anunciado iria fazer o chamado ‘pente-fino’ em janeiro nas famílias atendidas pelo programa Auxílio Brasil. Assim sendo, quem tiver necessidade deve comparecer aos Centros de Referencia da Assistência Social (CRAS) mais próximos de suas residências para atualizar os dados. Em caso de negativa, o benefício pode ser suspenso.

O primeiro alvo da checagem vai para mais de 3 milhões de famílias unipessoais, ou seja, aquelas formadas por apenas um membro. Há pouco tempo, o Tribunal de Contas da União (TCU) recebeu um alerta oriundo das prefeituras municipais sobre o crescimento desenfreado desse tipo de núcleo e recomendou que o Governo Federal fizesse uma abordagem a fim de averiguar a possibilidade de fraudes e irregularidades.

Neste ano, o atual presidente Jair Bolsonaro buscava a reeleição e para isso, foi acusado de usar a máquina pública para conseguir votos e o cadastro do Auxílio Brasil pode ter sido usado para isso. Isso porque o programa passou a inscrever pessoas sem muito critério ou fiscalização e assim, há fortes indícios de pagamentos indevidos.

Veja também: MILHÕES de FAMÍLIAS do AUXÍLIO BRASIL poderão PERDER o benefício; entenda o motivo e saiba como evitar

Dois milhões de famílias podem ser bloqueadas

A saber, 21 milhões de famílias são atendidas neste momento pelo Auxílio Brasil, onde cerca de 5 milhões delas são compostas apenas por beneficiários unipessoais. Desse modo, estima-se que mais de dois milhões desses segurados podem não atender às exigências do programa, e por isso, provavelmente serão cortados nos próximos meses.

Porém é preciso entender como funcionará o sistema de convocação. Veja abaixo:

  • Em janeiro, um milhão de famílias unipessoais vão ser convocadas para atualizar os dados no Cadastro Único (CadÚnico);
  • Já em fevereiro, serão mais dois milhões de grupos familiares que se inscreveram no Auxílio Brasil desde o final de 2021.

Caso não haja mudanças a serem feitas, os segurados poderão realizar uma simples atualização por confirmação através do aplicativo do CadÚnico, disponível para celulares Android e iOS em www.gov.br/cidadania/pt-br/cadunico/app-cadunico.

Contudo, caso tenha ocorrido qualquer tipo de alteração, como endereço, número de membros da família ou renda, por exemplo, será preciso ir até o CRAS com todos os documentos que forem solicitados.

Por fim, o Auxílio Brasil deve ser resubstituído pelo programa anterior, o Bolsa Família presente nos primeiros anos do Governo Lula. Além disso, ele deve ter seus valores mantido e acrescentados com uma política adicional de R$ 150 por criança de seis anos nas famílias beneficiárias.

Veja também: ÚLTIMOS pagamentos do Auxílio Brasil estão prestes a acontecer; o que vai acontecer com o programa?