Escolas selecionadas para o Programa Cívico-Militar 2020 – Confira os detalhes!

Confira a lista divulgada pelo MEC com 53 escolas que farão parte do programa Cívico-Militar!

É oficial! O Ministério da Educação (MEC) divulgou a lista com todas as instituições que vão fazer parte do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares em 2020. Muitas pessoas estão aguardando detalhes sobre como fazer parte dessas unidades. 

Por isso é importante ficar atento para essas escolas. De acordo com especialistas, a educação ofertada nesse tipo de unidade pode ser um diferencial na formação de jovens. Por isso a procura é muito grande. 

Por fim, vamos trazer mais detalhes sobre as localizações e escolas que vão fazer parte do programa. Confira e fique por dentro para conseguir uma vaga e uma nova formação e um bom currículo. 

Escolas selecionadas para o Programa Cívico-Militar 2020
Foto: Divulgação

Escolas Cívico-Militares 2020

Foram divulgadas mais informações sobre as Escolas Cívico-Militares 2020. O Ministério da Educação lançou quais são as 54 escolas públicas escolhidas. Essas unidades de ensino vão fazer parte do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares. 

Do total de escolas escolhidas, 38 são de nível estadual e 16 são municipais. Os colégios estão localizados em 23 estados e no Distrito Federal. De acordo o atual ministro da Educação, a escolha aconteceu de acordo com a localidade e critérios técnicos. 

Segundo o MEC, aproximadamente 1.000 militares (que estão tanto na reserva como na ativa) deverão participar do projeto-piloto. Esses militares serão responsáveis por atuar na gestão educacional das instituições. 

Na divisão por regiões, as escolas cívico militares confirmadas para 2020 ficaram assim:

  • 19 escolas na Região Norte; 
  • 12 na Região Sul; 
  • 10 no Centro-Oeste; 
  • 8 no Nordeste; 
  • 5 no Sudeste. 

Lista de Escolas Cívico-Militares 2020

A lista de Escolas Cívico-Militares 2020 que irão receber R$ 1 milhão do Governo Federal já foi lançada. Serão, portanto, um total de R$ 54 milhões em recursos voltados apenas para essa primeira etapa. 

Oficialmente, para imprensa, o Governo Federal lançou apenas os municípios que vão ter escolas cívico-militares. Confira a seguir a lista de estados e cidades:

  • Pará: Ananindeua, Santarém e duas escolas em Belém
  • Tocantins: Gurupi, Palmas e Paraíso
  • Alagoas: Maceió
  • Acre: Cruzeiro do Sul e Senador Guiomard
  • Amapá: duas escolas em Macapá
  • Amazonas: duas escolas em Manaus e outra indicação do estado
  • Rondônia: Alta Floresta d’Oeste, Ouro Preto do Oeste e Porto Velho
  • Roraima: Caracaraí e Boa Vista
  • Maranhão: São Luís
  • Paraíba: João Pessoa
  • Bahia: Feira de Santana
  • Minas Gerais: Belo Horizonte, Ibirité e Barbacena
  • Rio de Janeiro: Rio de Janeiro
  • São Paulo: Campinas
  • Ceará: Sobral e Maracanaú
  • Pernambuco: Jaboatão dos Guararapes
  • Rio Grande do Norte: Natal
  • Mato Grosso do Sul: Corumbá e duas escolas em Campo Grande
  • Paraná: Curitiba, Colombo, Foz do Iguaçu e outra indicação do estado
  • Goiás: Águas Lindas de Goiás, Novo Gama e Valparaíso
  • Mato Grosso: duas escolas em Cuiabá
  • Santa Catarina: Biguaçu, Palhoça, Chapecó e Itajaí
  • Rio Grande do Sul: Alvorada, Caxias do Sul, Alegrete e Uruguaiana
  • Distrito Federal: Santa Maria e Gama. 

 

Leia Também