Escola cívico-militar 2020 – Tudo o que você precisa saber! 

Escola cívico-militar 2020 – Saiba de todos os detalhes sobre essas escolas!

Saiba tudo sobre o programa do Governo Federal para esse tipo de escolas! O projeto surge em parceria entre os Ministérios da Educação e da Defesa. Saiba mais!

A Escola Cívico-Militar 2020 é uma das maiores novidades do atual Governo para o próximo ano no campo da educação. Em parceria com o Ministério da Defesa, o MEC (Ministério da Educação) está realizando algumas mudanças no sistema educacional brasileiro. 

Esse tipo de unidade escolar é muito bem vista por muitas pessoas já que a qualidade de ensino em escolas militares é elogiada. Mas será que não existem desvantagens? Vamos responder a essa e outras perguntas. 

Confira a seguir tudo o que você precisa saber sobre como funcionam as escolas cívico-militares e qual é a melhor opção para você ou para o seu filho ou dependente. Fique atento e saiba mais!

Escola Cívico Militar 2020 

Já ouviu falar sobre a Escola Cívico-Militar? Se ainda não ouviu é muito provável que você ouça nos próximos meses já que o atual Governo apresentou um novo modelo de instituição de ensino para implementação em todo o país. 

O presidente da república divulgou a criação do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares, o Pecim. A intenção é que sejam construídas um total de 216 colégios desse tipo nos 26 estados federativos e no Distrito Federal. O prazo máximo para isso, de acordo com o programa, é o ano de 2023. 

Esse modelo existe já em 203 instituições em estados como Amazonas, Roraima, Goiás, Minas Gerais, Distrito Federal e muito mais. 

Escola cívico-militar 2020
Foto: Divulgação

Como funciona Escola Cívico-Militar

Mas afinal, como funciona Escola Cívico-Militar? O atual Ministério da Educação (MEC) lançou mais detalhes sobre como deverá acontecer a rotina e o dia a dia dessas instituições de ensino. 

A principal característica dessas escolas é que a gestão escolar é feita através de profissionais da educação e militares. Os professores são, em geral, responsáveis pela docência enquanto os oficiais atuam na administração e em questões de disciplina. 

Mas e como funcionam as escolas cívico-militares de fato? A ideia é que as atividades sejam divididas em três eixos: 

  • Administrativo: buscando uma melhor organização e infraestrutura; 
  • Educacional: voltada para ensino de valores morais e éticos de acordo com a ordem militar; 
  • Didático-pedagógico: voltado para o processo de ensino e aprendizagem especificamente. 

Escolas Cívico-Militares Onde

Outra questão que está surgindo com frequência é onde vão ser as Escolas Cívico-Militares novas? Segundo o próprio Ministério da Educação essas instituições deverão ter preferência em áreas com situação de vulnerabilidade social e que possuem baixos índices de desenvolvimento em educação. 

Por que isso? De acordo com o governo, a intenção é reduzir problemas conhecidos como a violência, repetência de ano e evasão escolar em diversas idades. 

Escola Cívico-Militar é melhor?

Muitas pessoas estão se perguntando se o modelo de escola cívico-militar é melhor do que os outros modelos tradicionais. Essa resposta vai variar de acordo com o que cada pessoa entende como prioritário na educação. 

Existem vantagens e desvantagens. A parte boa desse modelo é que situações que são rotineiras em salas de aula (como desrespeito ao professor ou pequenas brigas) deverão ser ajustadas através da presença de militares nas escolas. Esse tipo de excessos deverão ser punidos. 

Por outro lado muitas pessoas falam que a escola cívico-militar é ruim porque acaba limitando a criatividade e capacidade inventiva dos alunos. Ou seja, por não existir ideias muito diferentes além da disciplina militar, os estudantes podem se sentir acuados e não desenvolverem suas competências. 

 

Leia Também