Esses são os PRINCIPAIS erros de quem reprovou no psicotécnico da CNH: INACREDITÁVEL!

Existem alguns erros bastante comuns na prova do psicotécnico que levam os candidatos a serem reprovados no processo de obtenção da CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

A Carteira Nacional de Habilitação (CNH), também conhecida como carteira ou carta de motorista, se caracteriza como o documento que atesta a aptidão dos brasileiros para conduzir veículos no Brasil. Dessa forma, o seu porte é obrigatório em todo o território nacional quando os condutores estão dirigindo. 

Além disso, a CNH ainda conta com as principais informações dos condutores, como os números dos seus documentos, fotografia recente e ainda alguns dados adicionais, como a necessidade do uso de lentes corretivas ou óculos de grau na hora de dirigir. Por isso, a carteira de motorista ainda pode ser usada como documento de identificação em todo o país. 

O processo para ter acesso a CNH pode ser um pouco complexo para algumas pessoas, devido a prova do psicotécnico. Existem alguns erros que são bastantes entre aqueles que reprovam nesta parte do exame. Portanto, confira a seguir quais são os cuidados que devem ser tomados!

Erros comuns de quem reprova na CNH. Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Como funciona o exame psicotécnico da CNH?

Uma das primeiras etapas para conseguir ter acesso a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) é o teste psicológico, que é popularmente conhecido entre os brasileiros como exame psicotécnico. Apesar do procedimento ser considerado simples e fácil para a maioria dos cidadãos, é necessário ter alguns cuidados para evitar erros e uma possível reprovação. 

O teste pode considerar o candidato apto, temporariamente inapto ou inapto. O primeiro resultado é capaz de autorizar que o cidadão dê continuidade ao processo de habilitação, enquanto os demais exigem que a reavaliação seja feita dentro do período de até 12 meses. 

Existem algumas questões que levam à reprovação e necessitam que a pessoa tenha que pagar uma taxa para repetir o teste. A seguir, mostraremos quais são os quatro principais erros que fazem com que os futuros motoristas acabem sendo reprovados no psicotécnico.

Confira também: REDUÇÃO nos pontos para SUSPENSÃO da CNH é aprovada e pega motoristas de surpresa; saiba qual o novo máximo

Erros comuns de quem reprova no psicotécnico da CNH

1. Falta de concentração

Apesar de ser simples, o exame exige foco e precisão durante o processo de realização. Dessa forma, é de extrema importância que os candidatos estejam atentos a todas as instruções do examinador e se mantenham concentrados do começo ao fim do procedimento, de forma a evitar que outra coisa capte a sua atenção e, logo, venha a comprometer o seu desempenho na prova. 

2. Celular na mão

Utilizar o celular durante o teste também pode acabar roubando a concentração do participante. Dessa forma, a dica é desligar o aparelho para que seja possível manter o máximo de foco. 

3. Ansiedade

É bastante comum que os candidatos fiquem ansiosos durante o teste. No entanto, quando essa sensação é excessiva, o desempenho do indivíduo pode ser afetado negativamente. Assim, a calma é de extrema importância. 

4. Decisões impulsivas

Um erro bastante comum e que pode trazer graves consequências é agir de maneira rápida e impulsiva, sem parar para analisar todas as opções disponíveis. Por mais que o exame exija  uma certa agilidade e precisão, é preciso ter tempo suficiente para que as alternativas sejam avaliadas. 

Saiba mais: Mudança RADICAL: novas regras para renovação da CNH podem impactar a vida dos brasileiros