ERRO deixa 923 MIL sem Auxílio e Bolsa Família em AGOSTO: Veja como RECEBER o VALOR e CORRIGIR o problema!

Vinicius ColaresVinicius Colares
Atualizado Hoje!

ERRO deixa 923 MIL sem Auxílio e Bolsa Família em AGOSTO – Entenda como aconteceram esses erros e quais são os beneficiários que poderão receber os valores! 

Muitas pessoas estão reclamando recentemente dos problemas que aconteceram com seus benefícios. De acordo com levantamento feito nesta primeira semana de setembro, o erro deixou 923 mil pessoas sem Auxílio e Bolsa Família em agosto. 

Esses quase 1 milhão de beneficiários encontraram erros variados, sendo que a maioria deles foi diretamente no aplicativo do Caixa Tem. Por isso é importante conferir exatamente o que aconteceu. 

A seguir vamos falar dos erros e quais são as recomendações no momento para voltar a receber o valor. Entenda e repasse a notícia para amigos e familiares que podem estar passando por esses problemas. 

ERRO deixa 923 MIL sem Auxílio e Bolsa Família em AGOSTO
Imagem: Divulgação

Problemas Auxílio Emergencial e Bolsa Família

Novos levantamentos apontaram que o responsável por problemas no Auxílio Emergencial e Bolsa Família foi uma falha do próprio Governo Federal. De acordo com matéria da UOL, quase 1 milhão de pessoas foram prejudicadas. 

Muitos beneficiários tiveram o Auxílio Emergencial cancelado ou suspenso depois de um “pente fino” feito pelo Ministério da Cidadania. O problema é que muitas pessoas ficaram sem nenhum tipo de benefício no mês inteiro. 

Como já explicamos anteriormente neste mesmo site, o bloqueio no Bolsa Família aconteceu com a intenção de verificar quem ainda está nos requisitos para o Auxílio. Acontece que muitas pessoas não estão, mas deveriam receber o dinheiro apenas do Bolsa Família, o que também não aconteceu. 

Pagamento Bolsa Família atrasado

Para quem passou por isso, o Governo garantiu que irá fazer o pagamento do Bolsa Família atrasado – junto com o benefício de setembro. Esses pagamentos começam no dia 17 deste mês e vão até o fim do mês. 

Ainda segundo matéria do portal UOL, o erro no Bolsa Família aconteceu já que foi feita uma recomendação para o cancelamento de 613 mil contas do Auxílio Emergencial para inscritos no programa de renda fixa. 

A suspensão de outros 310 mil cadastros também era esperada, mas isso gerou apenas o corte da parcela sem o recebimento do valor antigo do Bolsa Família. Esse foi o erro do Ministério da Cidadania, que deixou milhares de pessoas sem receber nada em agosto. 

Como receber o Bolsa Família de agosto

Mas então como receber o Bolsa Família atrasado de agosto? Segundo o próprio Ministério da Cidadania, não é necessário fazer nada. Os interessados que tiveram o Auxílio Emergencial suspenso (por conta de alguma novidade no cadastro que tira dos pré-requisitos) vão receber o Bolsa normalmente junto com a parcela de setembro. 

Porém, se você teve o Auxílio cancelado mesmo sem ter nenhuma novidade ou atributo novo no seu Cadastro Único (como emprego novo na família ou aumento de renda), é possível contestar o erro. 

Contestar suspensão Auxílio Emergencial

Por fim, quem quer contestar o corte do Auxílio Emergencial poderá usar os próprios sites e plataformas disponibilizados pelo Governo Federal. A primeira opção deve ser usar o aplicativo ou então o site oficial do benefício. 

As opções para contestar cancelamento do Auxílio ficaram assim:

  • Pelo site Consulta Auxílio (https://consultaauxilio.dataprev.gov.br/consulta/#/);
  • Contestar pelo aplicativo Caixa Tem; 
  • Contestar Auxílio Emergencial pela DPU (Defensoria Pública da União)*.

*Esse caso específico só vale para quem mora em municípios em que as unidades de atendimento presencial da DPU estão funcionando. 

Cadastro no CadÚnico é obrigatório para ESTES benefícios! Veja como se CADASTRAR

 

Leia Também