Passo passo para dar entrada no Seguro-Desemprego sem precisar sair de casa: 100% online!

Saiba como solicitar o Seguro-Desemprego de forma 100% online, sem sair de casa. Conheça o passo a passo simplificado e garanta seu benefício de maneira rápida e eficiente!

Nos dias atuais, a busca por formas eficientes de lidar com os trâmites burocráticos é uma necessidade constante, especialmente para aqueles que enfrentam o desafio do desemprego.

Nesse contexto, a tecnologia se torna uma aliada poderosa, proporcionando meios cada vez mais acessíveis e práticos para lidar com questões administrativas, como é o caso do Seguro-Desemprego.

Nas linhas a seguir, iremos ensiná-lo o passo a passo para dar entrada no benefício sem precisar sair de casa. Portanto, siga a leitura e mantenha-se informado.

Seguro-desemprego.
Descubra como utilizar a tecnologia a seu favor para dar entrada no Seguro-Desemprego. (Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br).

Como dar entrada no Seguro-Desemprego online?

Dar entrada no Seguro-Desemprego tornou-se uma tarefa acessível e conveniente, graças ao aplicativo da Carteira de Trabalho Digital.

  • Acesse o aplicativo da Carteira de Trabalho Digital: https://www.gov.br/pt-br/temas/carteira-de-trabalho-digital

Este aplicativo não só oferece acesso fácil a diversos serviços, mas também permite solicitar o benefício do seguro-desemprego de forma rápida e simples, sem a necessidade de deslocamento físico.

O valor do seguro-desemprego para o ano de 2024 foi anunciado pelo Ministério do Trabalho e Emprego, com um ajuste de 3,71% com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano anterior.

Assim, os trabalhadores que fizeram a solicitação após 11 de janeiro terão o benefício recalculado de acordo com a inflação.

Em termos gerais, o benefício é calculado considerando a média salarial dos três últimos meses antes da demissão, garantindo que não seja inferior ao salário mínimo vigente, estabelecido em R$ 1.412.

Para aqueles cuja média salarial nos últimos três meses ultrapassou R$ 3.402,65, o seguro-desemprego será de R$ 2.313,74.

Essa atualização visa assegurar uma compensação justa aos trabalhadores desempregados, refletindo a realidade econômica do país.

Veja também: INSS libera benefício indenizatório para brasileiros que sofreram acidentes ou sequelas por doenças: auxílio-acidente está DISPONÍVEL!

Parcelas do Seguro-Desemprego 2024

O pagamento do benefício ocorre de acordo com o tempo de trabalho, seguindo as seguintes regras:

1º Pedido:

  • 12 a 23 meses de trabalho: 4 parcelas
  • Mais de 23 meses de trabalho: 5 parcelas

2º Pedido:

  • 9 a 11 meses de trabalho: 3 parcelas
  • 12 a 23 meses de trabalho: 4 parcelas
  • Mais de 23 meses de trabalho: 5 parcelas

3º Pedido:

  • 6 a 11 meses de trabalho: 3 parcelas
  • 12 a 23 meses de trabalho: 4 parcelas
  • Mais de 23 meses de trabalho: 5 parcelas

Quem pode receber o Seguro-Desemprego em 2024?

O benefício é destinado a trabalhadores com carteira assinada por pelo menos um ano, que foram dispensados sem justa causa e se encontram desempregados no momento da solicitação.

Além disso, é necessário ter recebido pelo menos 12 salários nos últimos 18 meses, entre outras condições específicas.

Como solicitar o benefício pela internet

A solicitação do seguro-desemprego de forma online ocorre através do aplicativo da Carteira de Trabalho Digital, disponível para dispositivos móveis.

Os trabalhadores devem seguir os passos indicados no aplicativo e fornecer as informações necessárias para o pedido.

É importante destacar que o acesso ao benefício é concedido após a rescisão do contrato de trabalho, e a liberação dos valores costuma ocorrer dentro de 30 a 45 dias, contados a partir da data do registro do protocolo de solicitação.

Com esses passos simples e a praticidade oferecida pela tecnologia, solicitar o Seguro-Desemprego tornou-se uma tarefa descomplicada e acessível, permitindo que os trabalhadores recebam o suporte necessário durante períodos de desemprego, sem precisar sair de casa.

Saiba também: PRESENTÃO da Caixa disponível para você: brasileiros festejam a possibilidade de sacar parcelas de R$ 50, R$ 150, R$ 600, R$ 1,5 mil e até mais